NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Pouca transparência

O tema Educação esteve ontem na berlinda, seja em manifestações nas ruas contra o chamado contingenciamento de verbas nas instituições federais, seja na presença do ministro da pasta, Abraham Weintraub, na Câmara dos Deputados, atendendo convocação para explicar os cortes nos orçamentos das universidades, e, ainda, nos comentários do presidente Jair Bolsonaro sobre os protestos. Muitas opiniões foram dadas, mas ficaram muitas dúvidas. 

Corte é sempre uma palavra que assusta, por representar perda de alguma coisa. Por isso, talvez antes de falar em redução fosse necessário um levantamento mais preciso do que se gasta e no que se gasta em Educação. 

A administração pública brasileira é cheia de áreas de sombras, segredos, dando a impressão de que tudo é um saco sem fundo. E isso vale para outros setores, como a Previdência, a Saúde, a Segurança. 

Scroll To Top