NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Prefeitura conclui obras de contenção no Estado

A Prefeitura de Niterói concluiu, em dezembro, as obras de contenção na Rua Moacir Padilha, no Morro do Estado, região central da cidade. A intervenção faz parte de um pacote de investimentos de R$ 11 milhões, que incluía ainda obras na Rua 22 de Novembro e na Lopes Cunha, no Fonseca; e na Travessa Beltrão, no Beltrão, todas já concluídas. Até 2020, mais localidades serão contempladas com contenções: o Plano Niterói Mais Resiliente prevê investimento de R$ 200 milhões em áreas prioritárias. 

No Morro do Estado, foram realizadas intervenções como a colocação de cortinas atirantadas, solo grampeado, mureta estaqueada, além de placas ancoradas, concreto projetado e canaletas de drenagem. O secretário municipal de Obras, Vicente Temperini, ressalta que a obra faz parte de uma grande leva de contenções, em locais como as Ruas Selma, Jurandir e Jerônimo Afonso, todas concluídas em 2018.

“A obra da Moacir Padilha era esperada desde 2010, em uma área onde muitas pessoas viviam com medo e agora podem viver com mais segurança em dias de chuva. A conclusão da intervenção no Morro do Estado dá continuidade às obras de contenção que vem sendo feitas desde 2013 na cidade”, disse, lembrando que a construção de escada e contenção na Rua Padre Anchieta, outra intervenção importante para a região, está na fase final do processo licitatório. 

Para os próximos dois anos, está previsto investimento de R$ 424 milhões no Plano Niterói Mais Resiliente, com ações nas áreas de gestão de riscos, fortalecimento da Defesa Civil, moradia e qualidade habitacional, política de resiliência e participação da sociedade, e fiscalização e interdições. Na semana passada, a Prefeitura de Niterói divulgou editais para obras de contenção que serão realizadas em 57 pontos considerados prioritários, indicados pelos laudos da Defesa Civil e hierarquizados pelo mapeamento de risco contratado pelo município. 

Além das intervenções em pontos considerados prioritários, outros projetos da área de gestão de riscos são a ampliação da cobertura de sirenes, o plantio de 30 mil mudas de árvores em áreas de encosta e a implantação de um radar meteorológico em Niterói para aprimorar a previsão do tempo.

Desde 2013, a Prefeitura de Niterói investiu mais de R$ 200 milhões em obras de contenção de encostas em 70 áreas apontadas como prioritárias por estudos técnicos. Nestes seis anos, foram entregues mais de 2 mil casas populares. O município também investiu em redes de pluviômetros, estações meteorológicas e na estruturação da Defesa Civil. A Prefeitura de Niterói também passou a arcar com os custos de manutenção e operação do sistema de alertas e alarmes por sirenes, em 2016, quando o Governo do Estado anunciou que não poderia custear o serviço.

Scroll To Top