NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Reeducação alimentar e combate ao desperdício

Com foco na reeducação alimentar, baseada em uma alimentação balanceada e sustentável, a Secretaria de Assistência Social de Petrópolis realizou um planejamento nutricional que englobará 12 unidades de atendimento à população em vulnerabilidade social ou em situação de rua, como o Núcleo de Inclusão Social (NIS), o Centro POP, as Casas da Acolhida, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e o Restaurante Popular. 

“Trabalhamos com equipes especializadas que focam no cuidado direcionado para cada usuário. O município conta com projetos que visam avançar ainda mais no atendimento e conscientização da população sobre a importância de uma alimentação saudável”, destaca o prefeito Bernardo Rossi. 

Atualmente cerca de 2,5 mil pessoas são atendidas e acompanhadas pelas unidades mantidas pela secretaria de Assistência Social do município.

Além do cuidado em oferecer uma refeição mais nutritiva e balanceada para os usuários, a preocupação também está no bom aproveitamento do alimento. Para isso, outro projeto a ser implementado é o do Banco de Alimento, que pretende formar uma rede colaborativa de fornecimento de alimentos que serão processados de forma eficiente, obtendo o maior aproveitamento nutricional possível. “A implantação desse projeto exigirá uma estrutura para o processamento dos alimentos, que poderão ser fornecidos para as comunidades e para as nossas unidades”, conta a Isabela Ribeiro, coordenadora de Segurança Alimentar da Secretaria de Assistência Social. 

O Banco de alimentos pretende ainda capacitar a população petropolitana para melhor utilizar os produtos, evitando o desperdício. 

Scroll To Top