Reparo deixa região sem água por 24 horas

Cidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

A Cedae conclui hoje a obra da nova adutora de água bruta à elevatória de Imunana, pertencente ao Sistema Imunana-Laranjal. Para realizar o serviço, que será iniciado às 22h de hoje, terminando no mesmo horário de amanhã, será necessário interromper o abastecimento por 24 horas. Moradores de São Gonçalo, Niterói, Itaboraí, Ilha de Paquetá e parte de Maricá devem economizar água, evitando tarefas que possam ser adiadas. O Sistema Imunana-Laranjal atende aproximadamente a 2 milhões de habitantes.

Será feita a interligação da adutora de água bruta de 1.500 milímetros de diâmetro no trecho sob a BR-493 (Manilha-Teresópolis), na altura de Itambi, em Itaboraí, em uma extensão de cerca de 50 metros. Na mesma localidade, a Cedae fará a interligação da tubulação de 1.200 milímetros de diâmetro em outra, de 1.400mm de diâmetro. As intervenções representam a melhoria operacional de todo o Sistema Imunana-Laranjal.

A companhia montou esquema especial para atender hospitais com carros-pipa durante a paralisação. O sistema entrará em operação imediatamente após a conclusão das obras, mas o abastecimento em alguns pontos pode levar até 72 horas para normalizar. Imóveis que disponham de sistema interno de reserva (cisterna e/ou caixa-d’água) não deverão ter problemas de abastecimento.

Com 15km de extensão, a nova adutora do Sistema Imunana-Laranjal vai elevar em 500 litros por segundo a produção de água tratada, passando de 6.500 litros para 7 mil litros por segundo. Vale destacar que a ETA Laranjal é a segunda maior Estação de Tratamento de Água do Estado.