NITERÓI/RJ
Min:   Max:

São Pedro leva fiéis ao bairro de Jurujuba

A tradicional festa, que acontece na Igreja de São Pedro, contou com missas solenes, procissão terrestre até o píer e procissão marítima

Foto: Marcelo Feitosa

Cerca de 400 fiéis estiveram, na manhã deste sábado (29), na comunidade de pescadores de Jurujuba, na Zona Sul de Niterói, para celebrar o Dia de São Pedro. A tradicional festa, que acontece na Igreja de São Pedro, na Avenida Carlos Ermelindo Martins, contou com missas solenes e, após o término das mesmas, uma procissão terrestre que seguiu até o píer, onde os seguidores do padroeiro dos pescadores, posteriormente, saíram em procissão marítima, em dezenas de barcos pela Baía de Guanabara, com a imagem do santo embarcada.

Para Lucia Costa, devota de São Pedro, a data é um momento para fortalecer os laços com Deus. Entretanto, ela afirmou que sente falta de barcas voluntárias, como aconteciam em outros anos, para que os fiéis acompanhem a procissão marítima.

“É um dia de proteção divina. São Pedro é um dos meus protetores. Tudo que é espiritual tem grande importância. Eu sou devota, mas sinto falta de termos barcas por aqui, para que possamos acompanhar a procissão marítima. Faltam voluntários para que nós possamos acompanhar todos os festejos”, pontuou.

Entre as lideranças políticas presentes nos festejos estavam Axel Grael, secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão; Giovanna Victer, secretária municipal de Fazenda; e Paulo Bagueira, secretário executivo. Para Grael, que possui trajetória familiar marcadamente vinculada ao mar, a data é importantíssima para a comunidade niteroiense.

“Eu acho que São Pedro, para esta comunidade, é muito importante por ter sido um santo pescador e navegador. Este é um dia muito importante. A festa é uma festa tradicional da cultura de Niterói, que já tem mais de 100 anos. Desde criança que eu venho acompanhar a procissão aqui. É muito especial para todos os niteroienses”, afirmou Grael.
Hoje, um comboio de motociclistas do moto-grupo “Falcão Peregrino” levará a imagem de São Pedro entre a Praia da Boa Viagem e a Praia de Jurujuba, atravessando toda a orla niteroiense da Baía de Guanabara.

Problemas com caminhão – Fiéis que participavam da procissão precisaram interromper a caminhada por conta de um caminhão que enguiçou atravessado na Avenida Carlos Ermelindo Martins. O veículo quebrou no único caminho até o píer de onde saem as embarcações. Após um carro estacionado do outro lado da rua, no entanto, ser retirado, os devotos puderam passar, poucos por vez, para seguir até o local da procissão marítima.





Scroll To Top