NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Secretaria voltada à pessoa com deficiência

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, confirmou nesta segunda-feira (5), que fez o convite para que a deputada federal Major Fabiana (PSL-RJ) ocupe o cargo de secretária de Vitimização e Amparo à Pessoa com Deficiência. Segundo o chefe do executivo fluminense, a pasta está sendo criada para atender não só a vitimização dos policiais como também da mulher e da pessoa com deficiência.

“Tenho certeza que vossa excelência não recusará o pedido de assunção dessa secretaria. Seja bem-vinda ao governo do estado. Nós só vamos preparar os atos e a estruturação da secretaria. Fico feliz que vossa excelência tenha aceitado, até porque o PSL tem sido um parceiro do governo do estado e tem sido a base na Assembleia Legislativa e também a voz do Rio de Janeiro no Congresso Nacional”, disse hoje durante a cerimônia no quartel-general da Polícia Militar, no centro do Rio, para o lançamento do Programa Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida, que vai acompanhar o cumprimento de medidas protetivas nos casos de violência doméstica.

De acordo com Witzel, na reestruturação que vem fazendo a partir da avaliação dos 180 dias de governo foi identificada a necessidade de alguns ajustes, um deles levou à criação da secretaria dedicada à violência. O governador citou o caso das mortes do engenheiro João Feliz de Carvalho Napoli e do professor de educação física Marcelo Henrique Correa Cisneiros Reis, no domingo (28), que foram esfaqueados por Plácido Correa de Moura, que vivia em situação de rua na Lagoa, zona sul do Rio. Ele ainda feriu mais quatro pessoas, entre elas Caroline Moutinho, namorada de João, dois bombeiros e um policial militar. 

Scroll To Top