NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Semana do Meio Ambiente começa com limpeza da Baía

Uma embarcação francesa será usada na orla niteroiense para retirar o lixo flutuante, contribuindo de forma significativa para a melhoria da balneabilidade

Foto: Divulgação

O Projeto Grael vai relançar o “Projeto Águas Limpas”, que realiza o mapeamento, monitoramento e a coleta de resíduos sólidos flutuantes nas enseadas de Jurujuba e Icaraí, na Zona Sul de Niterói. A embarcação especial para o trabalho será inaugurada nesta segunda-feira, às 8h, na sede da instituição, em Jurujuba. A iniciativa marca o início da Semana do Meio Ambiente, que segue até o dia 8 de junho, em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado no dia 5 de junho.

A volta do “Águas Limpas” e a Semana do Meio Ambiente também integram as comemorações dos 20 anos de existência do Projeto Grael. Durante esta semana, das 8h às 17h, várias atividades abertas ao público serão realizadas na sede do projeto. 

Neste ano, o evento tem como tema “O Futuro em Águas Limpas”, alertando sobre a quantidade de plásticos encontrada nos oceanos que, segundo a ONU, representa 90% do lixo flutuante. Para ajudar no combate a esse problema, o Projeto Águas Limpas, parceria com a Águas de Niterói, torna-se estratégico, de acordo com a coordenação do Projeto Grael. 

Além do relançamento do programa, a Semana do Meio Ambiente conta com diversas outras atividades. Entre as principais atrações está a Exposição Maqua - UERJ: “Rio, Mar de Golfinhos”, uma visita guiada com mostra de fotografias, miniatura de baleia de Bryde, réplica de boto-cinza em tamanho real e material osteológico. 

Também será realizada a Regata Ecológica na enseada de Jurujuba para levar consciência ambiental a todos que têm acesso à Baía de Guanabara. Será exibido o filme “Baía Urbana”, com debate e presença do autor Ricardo Gomes. Além disso, quem passar pelo local também vai poder interagir com observações astronômicas realizadas por meio da parceria com o Clube de Astronomia da Universidade Federal Fluminense (UFF), entre outras atividades educativas, incluindo oficinas e mesas de debate com renomados profissionais da área.

De acordo com a Coordenação de Meio Ambiente do Projeto Grael, a iniciativa tem a finalidade de refletir sobre o modo de consumo atual e a consequente geração de resíduos, promover o debate sobre a água, o saneamento básico e sensibilizar a população sobre ao impacto do lixo flutuante nos oceanos e, sobretudo, na Baía de Guanabara. 

Niterói - Nesta segunda, a Prefeitura de Niterói também dá início a uma série de atividades voltadas para o Dia Mundial do Meio Ambiente. 

Até o próximo domingo, seminários, palestras, oficinas, exposições, limpeza de praia e passeio ciclístico chamarão a atenção para a conscientização ambiental e o engajamento com a proteção da natureza. A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) estima que, em média, existem 123,2 metros quadrados de áreas verdes para cada niteroiense, o que representa a maior proporção de zonas protegidas per capita em todas as regiões metropolitanas do Brasil. 

A Semana do Meio Ambiente começa com plantio de mudas no Parque da Cidade, às 14h. Na terça, uma série de seminários e palestras no Memorial Roberto Silveira, no Caminho Niemeyer, no Centro, integram a programação. O evento terá a particpação do Projeto Uçá e da Águas de Niterói, por exemplo. No mesmo dia, será oferecida a oficina “Fotografia na Natureza”, às 14h, no Laboratório Horto Viveiro da UFF, no Campus da Praia Vermelha.

Já no próximo sábado será feita a limpeza da Praia de Itaipu, das 9h às 12h. Para encerrar a programação, os niteroienses poderão aproveitar um passeio ciclístico pelo túnel Charitas-Cafubá, com limpeza e plantio de mudas na Ilha do Pontal. O ponto de encontro será no Skatepark de São Francisco.

As inscrições para as atividades podem ser feitas no site www.smarhs.niteroi.rj.gov.br.

Scroll To Top