União, estados e municípios mobilizados contra a gripe

Cidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Objetivo do Estado é imunizar 90% do público-alvo até o dia 31 de maio

Divulgação / EBC

Uma ação integrada entre o Ministério da Saúde, o Governo do Estado e o Município marcará o lançamento do Dia D de Vacinação contra a gripe no Rio de Janeiro. O evento, que acontece neste sábadoocorrerá, das 8h às 12, no Forte do Leme, Zona Sul do Rio de Janeiro, e contará com a presença do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, do secretário de Estado de Saúde, Edmar Santos, e da secretária municipal de Saúde, Ana Beatriz Busch.

A data também faz parte do lançamento do Movimento Vacina Brasil no Rio de Janeiro. A iniciativa do Governo Federal foi lançada no início de abril para reverter o quadro de quedas das coberturas vacinais no país nos últimos anos. 

Nesta sexta-feira (3), um dia antes da mobilização nacional, o Cristo Redentor foi iluminado com as cores do projeto.

Cerca de 500 mil pessoas já receberam a vacina no Rio de Janeiro, desde 10 de abril.  Até o final da campanha, programada para encerrar no dia 31 de maio, a SES espera imunizar 4,8 milhões de pessoas e atingir uma cobertura de 90% do público-alvo. 

Niterói - A Prefeitura de Niterói conta com mais de 500 profissionais estarão mobilizados em todas as unidades básicas de saúde, policlínicas e módulos do Médico de Família para aplicar a vacina, das 8 às 17horas. 

Desde o início da campanha, iniciada em 11 de abril, até o último balanço divulgado no dia 29, mais de 23 mil pessoas receberam a imunização na cidade. 

Público - O público-alvo da campanha é composto por pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29dias), trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas sócioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.