Usuários reclamam da alteração no funcionamento das barcas

Cidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Quem esteve nesta terça na estação de Charitas sentiu o aumento de passageiros devido ao ajuste no intervalo das saídas

Foto: Evelen Gouvêa



O primeiro dia de redução na oferta de catamarãs na travessia Estação Charitas-Praça XV foi de movimentação intensa. Nesta terça-feira (1°) , logo no começo da manhã, usuários já reclamavam da alteração no intervalo de saída: nos horários de pico, as viagens passaram a ser realizadas a cada 20 minutos, em vez de 15. Na parte da tarde, entre 12h e 16h, período em que, segundo a Secretaria de Estado de Transportes, a demanda é menor, não serão mais realizadas viagens. 

A placa de informações em frente à entrada da estação informava sobre as saídas em novo horário. O resultado da alteração já podia ser visto por volta de 7h, com a estação cheia e expressões de preocupação com possíveis atrasos. Para o professor Cláudio Fernando dos Santos, de 48 anos, a confusão com os novos horários deve acontecer somente nos primeiros dias. 

“Os usuários com o tempo vão se adaptando ao novo horário, mas as embarcações com certeza vão sair daqui mais cheias. Nesse horário, que tem bastante movimentação, cinco minutos a mais de intervalo nas saídas com certeza fazem a diferença”, disse o professor.   

O estudante Antônio Fernandes, de 20 anos, acredita que as mudanças devem alterar a rotina de quem depende da condução. 

“Vai congestionar a passagem. Acho que vai atrapalhar a vida não só do estudante, mas também a do trabalhador. Acho que é uma mudança que pode significar um atraso significativo no trajeto”, defendeu. 

Segundo a CCR, concessionária que administra o serviço, a movimentação na linha Charitas transcorreu normalmente nessa manhã. Em nota, a CCR lembrou que “o horário de funcionamento do sistema aquaviário sofreu alterações, autorizadas pela Secretaria de Estado de Transportes. A medida visa a readequar a operação nas linhas em horários em que há baixa demanda de passageiros, conforme levantamento apresentado pela concessionária, e ocorre de forma coordenada com o reforço da oferta de linhas de ônibus, nos horários suprimidos, a fim de minimizar eventuais impactos para os passageiros”.

Na linha Praça XV-Cocotá, serão realizadas viagens às 7h, 8h e 9h20 no sentido Praça XV; e 17h30, 18h40 e 19h50 no sentido Cocotá. As viagens nos demais horários serão suprimidas. Na linha Praça XV-Arariboia, o ajuste será nas viagens de domingos e feriados. O intervalo entre as saídas dobrará, passando de 30 para 60 minutos, reduzindo pela metade o número de viagens diárias.