NITERÓI/RJ
Min:   Max:

443 anos: Niterói em festa

A Banda Bicho Solto abre o show do Detonaltas, dia 25, na Praia de Piratininga / Preta Gil encerra as comemorações no Horto do Fonseca, dia 26 / Dia 19, a Praia de São Francisco vai receber Dado Villa-Lobos para show

Foto: Divulgação

O brasão da cidade de Niterói, presente em sua bandeira, traz três datas gravadas: 1573, 1819 e 1835. A primeira delas remete à fundação da cidade. A segunda, à data da elevação da região à condição de Vila, com o nome de Vila Real da Praia Grande. Já a terceira, relembra a nomeação da Vila à condição de cidade. O título tem 181 anos, que para as ciências é um tempo curto. Contudo, Niterói é repleta de estórias e, acima de tudo, História. É, também, a única cidade do Brasil fundada por um índio: o cacique temiminó Araribóia. 

Celebrando os 443 anos de memória da tão amada Cidade Sorriso, a Prefeitura de Niterói vai promover uma série de atrações culturais gratuitas. A programação vai contar com dança, atividades infantis, concerto, arte nas ruas e shows com Dado Villa-Lobos, Marcelo Bonfá, Detonautas, Preta Gil, e as bandas niteroienses DKV e Bicho Solto. 
De acordo com Arthur Maia, secretário municipal de Cultura, a arte faz parte do cotidiano do niteroiense e deve ser ainda mais incentivada. “A cidade é berço de grandes músicos e renomados bailarinos. Temos tradicionais e premiadas companhias de dança e academias, além de músicos, intérpretes e compositores de primeira!”, conta. Reconhecendo o cidadão niteroiense como trabalhador, acolhedor e muito participativo, o secretário assume que as atrações acompanham as vocações da cidade.

Com início na sexta-feira, as comemorações serão abertas pela Banda Sinfônica Aprendiz, na Praça da República, em frente à Biblioteca Parque de Niterói, no Centro.  Segundo a Secretaria Municipal de Cultura, a Orquestra, que teve início em 2001, é considerada um dos maiores programas socioculturais de educação musical ativos no País.
No sábado, os niteroienses vão poder, também, matar  um pouco da saudade do carnaval. O Bloco Semente, formado pelos alunos de percussão do projeto Semente, do núcleo de Tenente Jardim, vai tomar conta do Campo de São Bento, às 10h. Recheado com música popular brasileira, o bloco vai tocar marchinhas, frevos e sambas-enredos. 
No mesmo dia, às 20h, na Praia de São Francisco, será a vez do pop, com o grupo DKV, abrindo o show “Legião Urbana 30 anos”, com o tradicional rock brasileiro de Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, relembrando os maiores sucessos da banda fundada por Renato Russo. 

No domingo (20), a celebração continua. Na Praça Leoni Ramos, a famosa Cantareira, acontece o “Viva Zumbi”, das 11h às 23h, em homenagem ao Dia da Consciência Negra. 
Na terça-feira, 22, dia do aniversário de Niterói, será realizada, às 9h, a tradicional missa solene na Igreja São Lourenço dos Índios, o mais significativo marco da fundação da aldeia de São Lourenço: a primeira ocupação da colonização portuguesa no território que, mais tarde, se transformaria na Cidade Sorriso. 
 Às 19h, acontece a apresentação do balé “Casa de Carií”, com a Companhia de Ballet da Cidade de Niterói, em São Francisco. Para os cinéfilos de plantão, o Reserva Cultural, na Boa Viagem, vai exibir filmes a preços populares (R$ 2). 

A festa chega também à Região Oceânica, que vai receber o “Rock Club”, show do grupo Detonautas, na sexta-feira (25), às 21h, na Praia de Piratininga. Mostrando a todos o potencial da arte niteroiense, a abertura será feita pelo grupo Bicho Solto, que vai comemorar 10 anos de história. Participando pela primeira vez da programação de aniversário da cidade, Leandro Mansur, diretor e percussionista da banda, conta que  Niterói é principal inspiração  para o grupo.  “É onde passamos nosso tempo livre, graças ao que ela nos proporciona, principalmente praticando atividades físicas: malhando, surfando, jogando futvolei, ou fazendo trilhas, sempre mantendo o contato com a natureza. Adoramos praia e amamos a nossa cidade”, conta o músico. 

Leandro acrescenta que não só Niterói faz parte da história do grupo, como o grupo também faz parte da história da cidade. “Como trabalhamos muito fora, sempre levamos o nome Niterói por onde passamos. Começamos na Praia de Itacoatiara e fizemos nosso maior público aqui. Hoje, temos um bloco no calendário do carnaval da cidade”, relembra. 

Carregando arte e música  nas veias, a cantora Preta Gil, filha do ex-Ministro da Cultura Gilberto Gil, encerrará a programação no Horto do Fonseca, no sábado (26), às 19h. 

Programação 

18 de novembro (sexta-feira):
17h – apresentação da Banda Sinfônica Aprendiz, na Praça da República
19 de novembro (sábado):
10h – Desfile do Bloco Semente, no Campo de São Bento
20h – Show ‘Legião Urbana 30 anos’, com Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos. Abertura com a banda niteroiense DKV, na Praia de São Francisco
 
20 de novembro (domingo): 
11h às 23h – Evento ‘Viva Zumbi’, na Praça Leoni Ramos / Canteira
 
19h – apresentação do espetáculo ‘Escaleno’, com a Cia. de Ballet de Niterói, no Teatro Municipal de Niterói
 
22 de novembro (terça-feira)
9h – Missa solene, na Igreja de São Lourenço dos Índios
9h às 13h – Programação infantil com contação de histórias, fantoches, cantigas de roda e brincadeiras com o grupo “Bando de Palhaços”, no Horto do Fonseca
 
19h – Cia. de Ballet de Niterói apresenta o espetáculo “Casa de Carií”. Abertura com a Cia. de dança Comrua, apresentando“Ronco dos Motores”, na Praia de São Francisco
 
13h às 23h – exibição de filmes a R$ 2, no Reserva Cultural / Centro Petrobras de Cinema
 
25 de novembro (sexta-feira):
21h – Show “Rock Club” com o grupo Detonautas. Abertura com a banda Bicho Solto, na Praia de Piratininga
 
25 a 27 de novembro (sexta a domingo):
Edição especial do evento “Rota Gourmet” com atrações musicais, foodtrucks, área infantil e espaço para piqueniques, no Campo de São Bento, em Icaraí
 
26 de novembro (sábado):
18h – show com a cantora Preta Gil, no Horto do Fonseca


Scroll To Top