Drama e terror nas telonas

Entretenimento
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Mãe e filho, Joy e Jack, estão presos em um cativeiro e elaboram um plano para fugir

Foto: Divulgação

“O Quarto de Jack”, de Lenny Abrahamsom, é a grande estréia da semana, baseado no livro “Quarto”, de Emma Donoghue, que também é a roteirista do filme. A história acompanha Joy (Brie Larson) e seu filho Jack (Jacob Tremblay), que vivem isolados em um quarto. O único contato que ambos têm com o mundo exterior é a visita periódica do Velho Nick (Sean Bridgers), que os mantém em cativeiro. Joy faz o possível para tornar suportável a vida no local, mas não vê a hora de conseguir ir embora. Para tanto, elabora um plano em que, com a ajuda do filho, poderá enganar Nick e retornar à realidade. Jacob Tremblay tem apenas 10 anos e conseguiu dar a vida que o personagem precisava na medida certa. O único problema com o menino é que ele não conseguia gritar com Brie Larson em uma certa cena, algo que foi consertado com toda produção gritando aleatoriamente para animar o menino. Larson também se dedicou de corpo e alma para a personagem, ficando isolada um mês antes das filmagens e entrando em uma dieta rigorosa, a fim de saber como Joy e seu filho estavam vivendo. A atriz também não se maquiou em nenhum dia de filmagem. Não é à toa que ela ganhou o prêmio de Melhor Atriz pelo Bafta (premiação inglesa do cinema).

A atriz Lauren Cohan (“The Walking Dead”) dá um tempo com os zumbis e resolve se entender com bonecos amaldiçoados em “Boneco do Mal”, de William Brent Bell, que estréia nesta quinta-feira (18) nos cinemas. Lauren é Greta, uma jovem americana que aceita um trabalho como babá em uma pequena vila inglesa. Porém, o garoto de 8 anos de quem ela tem que cuidar é, na verdade, um boneco de quem o casal cuida como se fosse um menino de verdade, como uma forma de lidarem com a morte do filho, ocorrida 20 anos antes. Após violar uma lista de regras que o casal impôs para cuidar do garoto, uma série de eventos inexplicáveis transformam a vida dela em um pesadelo. O diretor não arriscou em inovar no gênero, fazendo utilização de vários clichês dos filmes de terror, mas isso não deixa o filme nem um pouco menos assustador. 

O filme Transformers vai receber mais três continuações

Foto: Divulgação

Transformers continua
A Paramount confirmou mais três continuações de um gigante das bilheterias. A franquia Transformers volta em 2017 com seu quinto capítulo, e suas sequências virão em 2018 e 2019. Os primeiros quatro filmes da série criada por Michael Bay já arrecadaram mais de US$ 3,5 bilhões no mundo desde 2007. Inspirados na famosa linha de bonecos da Hasbro dos anos 1980, os longas que misturam live-action e CGI vêm mantendo bilheterias ascendentes no mundo desde o primeiro capítulo. O mesmo não se repetiu nos Estados Unidos, onde o mais recente deles, “A Era da Extinção”, teve o desempenho mais baixo da série, arrecadando ainda assim US$ 245 milhões. A aventura de 2014 foi uma espécie de recomeço, com novos personagens, vividos por Mark Wahlberg e os novatos Jack Reynor e Nicola Peltz.

O novo filme da Marvel estreia com sucesso nos cinemas brasileiros

Foto: Divulgação

Deadpool 
O filme “Deadpool” estreou em 807 salas do Brasil na última quinta-feira, dia 11, e conseguiu levar um público de 382 mil pessoas apenas no primeiro dia. Convertidos em renda, estes números representam um saldo inicial de estimados R$ 5,2 milhões de bilheteria no primeiro dia. O longa apresentou uma excelente média de espectadores por sala para uma quinta-feira: 473. Os dados são do Filme B BoxOffice. 

Bafta
A Academia Britânica de Cinema e TV anunciou no último domingo os vencedores do Bafta, considerado o Oscar inglês. Na sequência de outras premiações como o Globo de Ouro, “O Regresso”, de Alejandro Inãrritu, foi o grande vencedor da premiação, sendo eleito em cinco categorias. O longa levou os prêmios de Melhor Filme, Diretor (Alejandro Iñarritu), Ator (Leonardo DiCaprio), Fotografia (Emmanuel Lubezki) e Edição de Som (Lon Bender, Chris Duesterdiek, Martin Hernandez, Frank A. Montaño, Jon Taylor, Randy Thom).