NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Genial biografia de um gênio

A biografia insere Jorge Amado na história literária e política do século 20, para que o leitor compreenda sua importância

Fotos: Divulgação: Silvia Costanti

“Jorge Amado – uma biografia” (Todavia) é um projeto iniciado em 2011, a partir da encomenda de um editor. A pesquisa envolveu a consulta a arquivos no Brasil e no exterior, jornais e revistas de época, fichas de polícia, anais da Constituinte de 1946, correspondência com amigos e familiares, crônicas – em sua maioria inéditas em livro –, memórias de amigos e militantes e a consulta a uma bibliografia sobre o Brasil e o mundo do século 20.
Foram realizadas entrevistas com mais de uma centena de amigos, desafetos, parentes e outros escritores.
A autora, Joselia Aguiar, é bacharel em Comunicação Social, mestre em História e tem doutorado em andamento em História pela USP. A sua tese, que será defendida até o primeiro trimestre de 2019, trata do diálogo literário e político de Jorge Amado com escritores da América Latina.

A biografia insere Jorge Amado, o romancista mais lido no Brasil e no exterior, na história literária e política do século 20, para que o leitor compreenda sua atuação e posicionamento.

Bastidores da escrita de seus livros e as preocupações literárias e políticas em cada época são revelados em trechos inéditos de sua correspondência e entrevistas ainda não publicados.

O que você destacaria de mais interessante nesta biografia?
O retrato que tentei fazer do imenso criador que é Jorge Amado: como nascem seus livros e a recepção por parte dos leitores. Para usar uma expressão que ele usava, Jorge Amado “viveu ardentemente” a literatura e o sucesso dele pode ser explicado sobretudo por isso.

Escrever sobre um escritor de tamanha grandeza foi muito desafiador?
Foi muito desafiador, tanto que levei sete anos de pesquisa e escrita. Não satisfeita com o volume que sai agora, estou concluindo um doutorado em História que tem como objeto Jorge Amado e sua relação com escritores da América Latina, que será um segundo livro, ainda sem previsão de lançar.

Para quem esse trabalho pode ser mais interessante, os fãs ou as novas gerações que ainda não conhecem o escritor?
Não é preciso ser fã de Jorge Amado para querer conhecer sua trajetória. Foi um personagem importantíssimo da cultura brasileira e acompanhar sua vida é também acompanhar a história do século 20.

A escritora carioca Bruna Paiva é presença confirmada no evento

Foto: Divulgação

Flinit já tem data

A feira literária de Niterói (Flinit) já tem data marcada. Do dia 30 de novembro até dois de dezembro no Praia Clube São Francisco. Serão 20 editores e cerca de 100 autores.

O evento foi criado com o ideal de unir leitores, autores, grupos e editoras da região em um ambiente de literatura infantil e adulta, clássicos, quadrinhos, didáticos, romances, além de muita poesia.
Além da venda de livros, acontecerão também atividades como lançamentos, debates, sessões de autógrafo, teatros infantis, oficinas, bate-papo, saraus de poesia, entre outros.

A Flinit receberá colégios, universidades e cursos de Niterói e região. Os interessados devem entrar em contato pelo e-mail: [email protected]

O Praia Clube São Francisco fica na Estrada Leopoldo Fróes, 700. De 30 de novembro a 2 de dezembro, das 9h às 21h. Entrada franca.

“Conhecendo os Orixás: de Exu a Oxalá”, da Editora Arole Cultural, abre o caminho para uma coleção de 18 títulos

Foto: Divulgação

Orixás para crianças

“Conhecendo os Orixás: de Exu a Oxalá”, da Editora Arole Cultural, abre o caminho para uma coleção de 18 títulos: “O Livro dos Orixás Para Crianças”. O volume 1 é assinado pela coordenadora da coleção, Waldete Tristão, e pelo ilustrador Caco Bressane.

"Garantir às crianças o direito de conhecer os orixás na perspectiva da história e da cultura dos povos africanos e afro-brasileiros é o reconhecimento de que uma sociedade justa é livre de preconceitos e reconhece e respeita as diferenças", afirma Waldete. 

O museu das coisas intangíveis – Novo Conceito e Amigos para a vida – Valentina

Fotos: Divulgação

O museu das coisas intangíveis – Novo Conceito

Após uma decepção, Hannah se convence de que nada de bom lhe reserva o futuro na pequena cidade onde mora. E quando Zoe, sua melhor amiga, começa a demonstrar sinais cada vez mais fortes e prolongados de transtorno bipolar, elas decidem fugir das frustrações e embarcam em uma viagem de carro pelo país.

Amigos para a vida – Valentina

“Uma ode às delícias de ser diferente”. Francis não tem amigos, sofre bullying por ser diferente. Certo dia, sozinho na hora do lanche, ele vê uma menina que parece ter a sua idade, mas que não pertence à escola. Curioso, oferece uma caneca de chá. Ela olha para ele, surpresa e chocada. Afinal, ela é um fantasma. 

Humanos – BestSeller e Gênero, Diversidade Sexual e Direitos Sociais – Eduff

Fotos: Divulgação

Humanos – BestSeller

Uma Antologia das maiores burradas humanas. O ex-diretor do BuzFeed conduz o leitor pelos mais catastróficos fracassos da nossa espécie. Desde descobertas da ciência, desastres ambientais a imbróglios diplomáticos, Tom Phillips destaca nossa capacidade de causar problemas, apesar de sermos vencedores na cadeia alimentar evolutiva.

Gênero, Diversidade Sexual e Direitos Sociais – Eduff

O livro tem o propósito de debater sobre a segurança dessa comunidade, os riscos expostos, e refletir sobre possíveis formas de lutar contra a LGBTfobia, a fim de diminuir a violência e assegurar direitos. A obra é resultado do curso de extensão homônimo oferecido pelo Programa UFF Mulher em 2015.

Scroll To Top