NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Morre aos 54 anos o músico Dino Rangel

Morre aos 54 anos o músico Dino Rangel

Foto: Divulgação

O guitarrista niteroiense Dino Rangel faleceu na última quarta-feira (27), vítima de um infarto. Osvaldino Rangel nasceu em 6 de abril de 1964, em Niterói, onde, desde cedo, começou a aprender instrumentos e nunca mais parou. Seu interesse pela música andou lado a lado com seu gosto pelos mestres, que vão de Jimy Hendrix a Hélio Delmiro, que despertaram nele um talento especial para a guitarra. Dino estudou como guitarrista de jazz nos Estados Unidos, mas nunca se dissociou da música do Brasil. 

Em 1991, anos antes de iniciar a carreira solo, entrou para o grupo Brasilianas, onde fez diversos shows no Brasil e Europa. Em 1998, estreou seu primeiro disco solo “Café”, no qual assinou metade das faixas. Em 2001, concorreu ao 4º Prêmio Visa MPB Instrumental em São Paulo, formando um quinteto com outros grandes nomes da música. Em 2002 participou da IX Festival de Inverno de Domingos Martins, no Espírito Santo, como professor de guitarra, função que exerceu por bastante tempo. Lançou seu segundo disco em 2008, intitulado “Partiu... Voltar”, projeto que o artista explorou gêneros como samba, choro, toada, baião e frevo. Em 2010, foi eleito um dos 30 melhores guitarristas do Brasil, talento que passou para a frente através de oficinas, deixando seu legado para novos músicos.

Em nota, o Secretário de Cultura de Niterói, Marcos Gomes, afirmou que é “Mais uma grande perda para a música e a arte niteroiense, o falecimento precoce do exímio guitarrista e compositor Dino Rangel. Todas as nossas homenagens a esse grande artista, que em muito somou para sermos uma verdadeira capital da música do país”.

 
Scroll To Top