NITERÓI/RJ
Min:   Max:

O melhor do rock, reggae e rap

Festival reúne em Niterói nomes como Lary, Jota Quest, Natiruts e Pitty

Foto: Divulgação

Em sua terceira edição, o “Festival 3R - Rock, Reggae e Rap” volta ao Caminho Niemeyer no próximo dia 9, domingo, a partir das 12h, com uma seleção ainda maior de artistas. Este ano, serão 12 horas de música sem intervalos, com a presença de Natiruts, Pitty, Jota Quest, BK, Djonga, Onze:20, Lagum, Costa Gold, 3030, Delacruz, Camila Zasoul e Lary executarão o melhor dos três ritmos. 

Alguns já são veteranos no festival, como é o caso do grupo mineiro Onze:20 - que transita entre o rock e o reggae -, que subirá ao palco do 3R pela terceira vez. Com 10 anos de carreira, o sexteto formado por Vitin, Chris Baumgratz, Fabio Barroso, Marlos Vinicius, Athos Santos e Fabio Mendes, apresentará suas canções mais populares e o single - lançado este ano em todas as plataformas digitais - “Baseado no Amor”. 
Minas Gerais marca presença em peso no evento, com apresentações do grupo Lagum; do rapper Djonga, que dividirá o palco com o carioca BK em um encontro inédito; e do Jota Quest, estreantes no 3R, que apresentará o show da nova turnê “Acústico 2019”, um resgate de clássicos executados em voz e violão, além da mais recente, “Morrer de Amor”. 

O trio de rappers paulistas do Costa Gold também fará parte da programação, levando seu instrumental único que mistura jazz, blues e outros gêneros musicais. 

Também se apresentando pela primeira vez, a roqueira baiana Pitty agitará o público do 3R com as faixas do novo álbum, “Matriz”, lançado este ano após um espaço de cinco anos de descanso.  

 

Foto: Divulgação

Representantes do reggae, os brasilienses do Natiruts também levarão novidade ao evento. Apresentarão o repertório do álbum “I Love”, oitavo disco do grupo. 
Os cariocas do 3030 farão um show recheado de participações especiais. Além do single “Tranquilão”, com referências ao Tropicalismo, o grupo também contará com as participações especiais de Delacruz, Camila Zasoul e da cantora niteroiense Lary, que compôs junto ao grupo o single “Mapa Astral”, lançado este ano.  
“O interessante é que eu já prestigiei o 3R como público e agora vou subir no palco para apresentar uma música que não é só do 3030, nem só minha. É nossa. Nós nos conhecíamos há um tempo e sempre quisemos fazer algum trabalho juntos. Em uma reunião despretenciosa, começamos a compor e o resultado foi ‘Mapa Astral’”, declara Lary. 

Segundo Diogo Duílio, realizador do festival, a ideia do 3R é unir as tribos do rock, rap e reggae, tipos de público diferentes que se identifiquem com as músicas, com a energia do local e com as mensagens transmitidas pelos artistas. 

“O Caminho Niemeyer tem uma mistura da cidade com a natureza, um pôr do sol incrível que emoldura o palco... As pessoas chegam cedo ao evento para verem seus artistas preferidos e acabam curtindo outros que não conheciam tanto. A gente sente que a galera quer curtir música de qualidade no maior clima de paz. E esse sempre foi o ideal do Festival 3R”, conta o empresário.

A filosofia do evento se reflete, inclusive, na escolha dos artistas, que acaba sendo um processo coletivo. 

“A gente sempre procura saber o que o público gostaria de ver, o que está estourando e o que está surgindo de novo no cenário musical. A gente recebe muitas sugestões de bandas pelas nossas redes sociais e ficamos muito atentos a elas também. Além de promovermos alguns artistas novos que, em poucos meses, estouram também nas rádios e aplicativos de música”, revela. 

Com o constante crescimento do evento, Diogo explica que a próxima edição já está sendo pensada de agora. 

“Começamos com sete atrações principais e domingo teremos a nossa maior edição: 12 horas de evento, com 8 shows completos e 11 artistas. Mas a nossa maior preocupação não é com a quantidade, mas sim com a qualidade dos artistas, da estrutura, dos serviços. O que posso adiantar é que temos recebido convites para levar o festival para outras cidades. Então pode ser que o Festival 3R pegue a estrada... Mas a nossa casa é Niterói!” 
 

Scroll To Top