São Paulo Fashion Week

Entretenimento
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

A La Garçonne, Lab e Animale

Foto: Divulgação

Começou nesse último domingo (23) a 42ª edição do São Paulo Fashion Week, o maior evento de moda do País, que acontece no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. Dessa vez, o evento trouxe a temática de transformação e transgressão para apresentar uma verdadeira reviravolta na moda primavera-verão. Pela primeira vez na história da moda, o evento vai contar com um sistema see now buy now, onde o público vai poder comprar logo após os desfiles as peças que passaram pela passarela. O modelo visa conseguir conciliar a linguagem da moda com a velocidade da internet para estimular as pessoas à comprar. 

No primeiro dia os modelos da Animale trouxeram o frescor dos Hamptons, litoral de Nova Iorque, com peças folgadas e modelagens criativas. Inspirado pela pescaria, a jardinagem, e a selaria, a marca leva para passarela cavas abertas, calças largas, e peças de tricô mais detonados, misturando elegância com a informalidade do ambiente praiano. Já na segunda (24), foi a vez da À La Garçonne, marca fundada por Alexandre Hercovitch e seu marido Fabio Souza, que finalmente parece mostrar a que veio. Quando passou pelas passarelas da edição passada do SPFW, À La Garçonne não se destacou. O público esperava mais de Hercovitch: faltava ousadia nas peças. A coleção primavera-verão misturou o vintage com roupas esportivas e uma pegada mais rock, dando oportunidade de Hercovitch brilhar. 

Foi também no mesmo dia que Emicida lançou sua primeira coleção, Lab, em parceria com seu irmão Evandro Fiotti e direção criativa de João Pimenta. A marca chegou causando frisson por seus quimonos, releituras de estampas angolanas e também peças “sem-gênero”. Outro destaque foi a representatividade afro, pois a maioria dos modelos que desfilaram eram negros. Nessa terça (25) Reinaldo Lourenço apresentou sua coleção, com um mix de listras e um toque folclórico, e Lolita chegou com sua paleta de cores neons e estampas geométricas. O evento acontece até sexta-feira (28), e ainda conta com desfiles da Osklen, Cotton Project, João Pimenta e Coca Cola Jeans. 

Casa dos Criadores
Nessa terça (25) foi anunciado o Line-up da 40ª edição da Casa dos Criadores, evento que acontece de 7 a 11 ,no Clube Atéltico de São Paulo, e mostra os novos talentos da moda no País. A Handred, marca que virou a queridinha carioca durante os desfiles do Rio de Janeiro, é a grande novidade da programação logo no primeiro dia, que também traz a coleção da Perfume de vestir, da Natura e Fabia Berseck. Outras que desfilam pela primeira vez , Alex Kazuo, com elementos japonistas, e Karin Feller. 
O carioca que também está no line-up é Fernando Cozendey, consagrado por seus maiôs, tops e macacões com estampas divertidas que remetem à animais e o universo da pop art. Fernando já vestiu celebridades como Fernanda Lima, Karol Conka e Fernanda Paes Leme. 

Niterói Moda 

Na última quinta-feira (20) o Teatro Popular recebeu a primeira edição do Niterói Moda. Em um palco que remetia à brasilidade, enfeitado com bambus, cordas e palhas, as marcas desfilaram suas coleções primavera-verão 2017.  “Pisar num palco como este, obra monumental do Niemeyer me fez lembrar da importância cultural de nossa cidade. O Niterói Moda vem para reunir grifes importantes com outras que acabaram de nascer e esse mix de ideias e estilos apresentados em um cenário que remete ao folclore transmite a essência não só da moda, como do nosso Brasil”, revela João Pedro Sampaio, organizador do evento.

As marcas infanto-juvenis desfilaram alguns de seus looks que misturavam estampas divertidas com peças mais comuns, como biquínis e calças. As peças também mostravam uma tendência: a mistura de estampas. A Richards optou por looks que misturavam linhas com estampas florais, já Colcci optou pela combinação blusa branca sem manga e saia pincel floral.