NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Shirley Torquato lança livro nesta terça, na Sala Carlos Couto

Livro é fruto de sua dissertação de mestrado em Antropologia pela UFF

Foto: Lucas Benevides

Nesta terça (09), às 18h30, na Sala Carlos Couto, acontece o lançamento do livro “A Família Brasileira na TV: Uma Perspectiva Antropológica”, da cientista social Shirley Torquato. 

O livro é fruto de sua dissertação de mestrado em Antropologia pela Universidade Federal Fluminense, defendida em 2006, e discorre sobre as representações culturais construídas pela teledramaturgia brasileira. 

Para isso, Shirley fez um estudo etnográfico que analisa os seriados “A Grande Família” e “Cidade dos Homens”, que, apesar de antagônicos, revelam pontos em comum com relação às diversas dimensões da cultura brasileira, como a identidade do indivíduo, os arquétipos representados em personagens da família e os contextos em que eles estão inseridos. 

“A Antropologia trabalha muito com a alteridade, com o conhecimento do outro, do diferente, o que possibilita criar uma leitura sobre nossa própria realidade. Se eu parto do princípio de que a sociedade brasileira é representada por um programa que tem a família como referência, que é a “Grande Família”, o que seria aquele programa que não tem a família como referência? Então o “Cidade dos Homens” é justamente a representação da alteridade”, explica a antropóloga. 

Shirley é mestre e doutora em Antropologia pela Universidade Federal Fluminense, com período sanduíche pela École des Hautes Études en Sciences Sociales, em Paris.

A Sala Carlos Couto fica na Rua Quinze de Novembro, 35, no Centro de Niterói. Terça-feira, às 18h30. Entrada franca. Preço do livro: R$ 49. Telefone: 2719-9639. 

 

 

Scroll To Top