NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Um desejo pela resistência

Na mostra, as artistas compartilham os fatos de serem mulheres e de se expressarem através da pintura

Foto: Divulgação

Inaugura nesta sexta (24), às 19h, mais uma exposição de arte contemporânea no Reserva Cultural de Niterói, a “Três Vezes Pintura”, que acontece com o apoio da EIXO Arte Contemporânea e reúne telas das artistas Patrícia Chaves, Rita Manhães e Stella Margarita. 

As artistas, que representam movimentos artísticos e gerações diferentes, compartilham os fatos de serem mulheres e de se expressarem através da pintura, o que o curador Vilmar Madruga classifica como uma forma de militância, um ato de resistência atualmente. Esta é a alma de “Três Vezes Pintura”, que apresenta a imagem como um desejo pela resistência. 

Patricia Chaves, a caçula do grupo, é uma niteroiense que versa, através de seus quadros, sobre tempo, espaço e memória, através de cores sóbrias e econômicas e representações figurativas que remetem à infância. 

Rita Manhães, única representante do abstracionismo no trio, combina formas abstratas com formas figurativas, tecendo seu vocabulário através de acúmulos e deslocamentos. 

Já Stella Margarita, uruguaia radicada no Rio de Janeiro e formada na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, leva para a exposição o enfoque dos corpos, que são representados como perdidos no tempo e no espaço. Vilmar declara que, apesar das interessantes coincidências entre as artistas, ele não parte de uma ideia procurando abrigar os artistas debaixo dela. 

“O título três vezes pintura surge a partir desse amálgama que a pintura oferece como meio de expressão e ao mesmo tempo revela a pluralidade dessas produções”, esclarece. 

O Reserva Cultural Niterói fica na Av. Visconde do Rio Branco, 880, em São Domingos. Até 30 de junho. Entrada franca. Telefone: 3604-1545. 

 
Scroll To Top