NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Uma aposta no humor visceral

A atriz e humorista apresenta um espetáculo cheio de identificação e humor

Foto: Marcos Guimarães / Divulgação

Neste domingo (12) de Dia das Mães, Niterói recebe a visita da irreverente atriz e humorista Nany People, que apresenta seu espetáculo de stand-up comedy “TsuNany Turbinado” no Teatro Popular Oscar Niemeyer.
Com seis anos de estrada, o espetáculo foi batizado “TsuNany” pelo humorista Fábio Porchat, que dizia que Nany era um tsunami do humor. Desde seu início, a humorista discorre sobre assuntos cotidianos, como o uso desenfreado das redes sociais e como elas afetam nossa vida amorosa e sexual, problemas com cirurgias plásticas, exercícios físicos e muito mais. 

Nesta nova fase do espetáculo, Nany trata de assuntos diversos que colocam os espectadores em um lugar de reflexão, mas, claro, sem perder o humor característico dela.

“Vivemos numa moral hedonista, de muito ego, onde todos se preocupam com suas senhas, seus perfis, seus currículos e acabam mostrando apenas o que o outro quer ver. Ninguém quer mostrar suas vulnerabilidades. E, quando eu entro nesse território, desconstruindo e trazendo humor, as pessoas se identificam”, revela a atriz. 
A peça também possui uma veia muito interativa, onde a humorista convida pessoas da plateia para participar de brincadeiras, incluindo um momento especial onde ela convida alguém que esteja apaixonado para declarar o seu amor à pessoa desejada. 

“O espetáculo se tornou turbinado por isso, por ser mais visceral. Eu não armo tanto a piada, eu jogo no ar, fazendo com que quem assiste dê risada naquele momento, mas que também fique pensando naquilo dias depois. Então ele é mais crônico, concentrado e orgânico”, comenta a atriz, que acaba fazendo um show motivacional, trazendo reflexões sobre nossas ações e, é claro, sem esquecer de rir e se divertir das coisas da vida: “O humor é a base de tudo! Se você leva a vida no humor, você fica sem telhado de vidro. Sem humor não tem solução”.

Nascida em Minas Gerais, Nany People sempre amou se apresentar para as pessoas. Aos oito anos de idade, cantou no Chacrinha, com 10, já estava no teatro. Aos 20, foi para São Paulo em busca de formação acadêmica. Desde então, vive na cidade que a acolheu, sendo hoje cidadã paulista. Trabalhou com grandes nomes da televisão brasileira como Hebe e Xuxa. Hoje, está fazendo sua primeira novela, interpretando a trans Marcos Paulo na novela “O Sétimo Guardião”, da Rede Globo: “Foi um presente para mim”, finaliza.

O Teatro Popular Oscar Niemeyer fica na Rua Jornalista Rogério Coelho, s/n, no Centro de Niterói. Domingo (12), às 19h. Preço: R$ 50 (inteira). Classificação: 16 anos. Telefone: 2620-6101.




Scroll To Top