Para você que ainda não passou

Economia
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

“E aí, deu para passar?” Esta, sem dúvida alguma, era a pergunta da qual eu mais fugia antes de tomar posse no primeiro cargo. Como explicar a reprovação? Como explicar, especialmente para quem bancava meu curso e meus livros, que ainda seria necessário mais tempo e estudo? Até me olhar no espelho era complicado, pois parecia que alguém dentro de mim ficava ralhando comigo. Ficava feliz por quem passava, mas também sofrendo por me sentir ficando para trás enquanto o mundo andava.

Se você ainda não passou e está passando por algo semelhante ao que passei, eu sei o que você está sentindo. Mas quero dizer que tenho orgulho de você por estar tentando, por estar investindo em si e no seu futuro. Você foi lá e fez a “danada” da prova. Simples assim. 

Venceu o medo, fez sua parte, tentou. Algo deu errado? Claro, porque afinal de contas você não passou. Mas por favor, veja também quantas coisas deram certo, quantas estão dando certo. Você tem tudo o que precisa para ir lá de novo e na próxima vez passar. Então nada de ouvir quem está te colocando para baixo e nada de praticar autobullying!

Hoje, ninguém me julga baseado nas reprovações. Isso é passado, como será para você em pouco tempo. Afinal, a diferença entre o sonho e a realidade é só a quantidade de tempo e de trabalho necessários. Trabalhar, aqui, é estudar, treinar, rever, aperfeiçoar a si mesmo. 

Só quem não vai passar será aquele que entrar em um processo infinito de auto comiseração e desânimo. Não faça isso. Esforce-se mais e supere a si mesmo.