NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Riqueza que corre nas veias

Dentre os tipos de exame mais usados estão hemograma, colesterol e HIV

Douglas Macedo

O sangue desempenha um papel fundamental no corpo humano. Ele circula por veias e artérias, transportando substâncias para órgãos e tecidos. Por ser tão rico, o sangue torna-se uma importante fonte de informações e, a partir de sua análise, os médicos tomam 70% de suas decisões. Hoje, mais de 100 tipos de exames de sangue estão disponíveis. 

“Através do exame de sangue é possível descobrir tanto doenças preexistentes quanto as que já existem. Podemos observar nos laboratórios que as pessoas estão cada vez mais dando valor à saúde. Com isso, tem sido cada vez mais frequente a periodicidade dos exames, e isso é uma particularidade que devemos comemorar”, disse Michelle Oliveira, responsável técnica do laboratório Sérgio Franco. 

Um dos principais benefícios do exame de sangue é a eficiência em diagnosticar antecipadamente doenças mais graves, auxiliando, assim, um tratamento mais eficaz. Quanto mais cedo a doença for descoberta, mais simples podem ser os procedimentos realizados para curar ou estabilizar o problema. 

Dentre os tipos de exame de sangue mais usados estão o hemograma, colesterol, triglicerídeos, ácido úrico, HIV, entre outros. Mas o que muitos ainda não sabem, é que existem centenas de tipos de exames de sangue disponíveis, que servem para avaliar diferentes parâmetros. Além disso, também existem outras centenas de dosagens diferentes em uma única análise de sangue. 

“Pelo exame é feita uma triagem que pode fornecer informações importantes sobre o paciente e que muitas vezes orientam as investigações diagnósticas. Cada categoria de exame deve ser personalizada para cada paciente, levando-se em conta os protocolos das sociedades médicas. É a anamnese, e o exame clínico realizado pelo médico que determinará os exames solicitados para cada paciente assim como a periodicidade”, informou a Dra. Eliane Guimarães, da gerência médica da ASSIM. 

O médico solicitante precisa especificar quais análises gostaria de receber. Se o mesmo não requisitar uma dosagem de colesterol, por exemplo, este não virá nos resultados. 

“O exame deve ser personalizado para cada paciente, levando-se em conta os protocolos das sociedades médicas. É a anamnese e o exame clínico realizado pelo médico que determinará os exames solicitados para cada paciente assim como a periodicidade”, informou a Dra. Eliane. 

Novidade – Um dos principais desafios da medicina é detectar o surgimento das primeiras células de câncer através do exame de sangue. Em 2018, foi divulgado por uma revista especializada em assuntos de medicina, um novo tipo de exame de sangue que detecta até oito tipos de câncer, de acordo com um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. 

“O exame detecta níveis de proteínas de oito tipos de câncer, e a presença de mutações genéticas indicativas de tumores no DNA. Detecta o câncer precocemente, permitindo que o paciente seja curado apenas com cirurgia ou se precisar de terapia adicional obtenha melhor resultado no seu tratamento. No entanto, a sua realização deverá sempre ser avaliada e recomendada por um médico”, alerta Eliane.  


Scroll To Top