NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Bons Ventos sopram a favor de Julietty Tesch

Atleta conheceu o Projeto Grael aos 12 anos de idade e hoje como única hexacampeã brasileira da classe laser 4.7

Divulgação

No último final de semana, os ventos sopraram a favor da atleta e ex- aluna do Projeto Grael, Julietty Tesch. A medalhista é campeã sênior feminino de Laser 4.7, do Campeonato Brasileiro de Laser, que aconteceu no Clube Naval de Charitas, em Niterói.

A atleta conheceu o Projeto Grael aos 12 anos de idade e hoje como única hexacampeã brasileira da classe laser 4.7, já conquistou cerca de 200 títulos (troféus/ medalhas) nesses 16 anos de história.

“O Projeto Grael entrou na minha vida quando parte da equipe esteve na minha escola (pública) após um sorteio da própria prefeitura de Vitória. Eu sempre fui uma criança muito ativa e participativa, então quando surgiu essa oportunidade, eu me inscrevi. Mesmo não sabendo direito o que era o esporte. Dentro do projeto que eu fui aprendendo o que era a Vela e fui me apaixonando a cada dia. Ainda no primeiro semestre foi passado para nós que o projeto tinha uma parceria com o ICES (Iate Clube do Espírito Santo) e que ao final dos três períodos do projeto, o técnico da equipe do ICES, escolheria os dois melhores alunos da turma da manhã e dois da turma da tarde para continuar velejando, fazendo parte da equipe de lá. Foi nessa hora que a dedicação ficou ainda maior. Foi ali que eu coloquei isso como meu principal objetivo. Fui selecionada e a minha história como atleta de vela começou em julho de 2002. Hoje, o Projeto significa o início de tudo. A abertura de um mundo novo pra mim. Hoje mais da metade do que eu sou como pessoa é graças ao esporte. A Vela faz parte de mim. Não consigo me imaginar longe do mar. Nunca teria entrado nesse mundo, conhecido esse esporte, tido a chance de conhecer e viver tudo o que eu vivi se não tivesse existido o Projeto Grael”, acrescentou a atleta.


Scroll To Top