NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Com erro grosseiro de arbitragem, Vasco sai derrotado de Itaquera

Nenê foi um dos melhores da partida

Foto: Divulgação / Vasco

Polêmica. Com gol de mão do atacante Jô, o Corinthians venceu o Vasco na tarde deste domingo pelo Campeonato Brasileiro. Depois de muito tentar, o Timão contou com uma mão do juiz e do seu centroavante para sair do desespero. Em cruzamento de Marquinhos Gabriel, o camisa 7 usou o braço direito para colocar para dentro e fazer o 1 a 0.

Após o fim da partida, o atacante alegou não ter sentido onde bateu a bola.

"Eu me joguei na bola e não senti onde bateu. Na hora ali é muito difícil, cabe ao juiz dar o gol ou não. Se tivesse sentido bater eu avisaria com certeza, não foi o caso", contou Jô a TV Globo.

Com o resultado, o Corinthians chega aos 53 pontos conquistados, abrindo dez de vantagem para o Grêmio, que perdeu para a Chapecoense dentro da sua casa. De quebra, ainda voltou a vencer após três jogos sem triunfo dentro de casa. Do outro lado, o Cruzmaltino estacionou nos 31 pontos conquistados, ficando mais longe da briga por uma vaga na Libertadores da América.

Na próxima rodada, os comandados de Fábio Carille terão pela frente o clássico contra o São Paulo, marcado para as 11h (de Brasília) do domingo, no estádio do Morumbi. Antes, porém, fecham as oitavas de final da Sul-Americana contra o Racing, na Argentina, quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), precisando de uma vitória ou empate por dois gols ou mais para avançar. Do outro lado, Zé Ricardo e sua trupe visitam o Sport, na segunda-feira, dia 25, na Ilha do Retiro.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 0 VASCO

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 16 de setembro de 2017, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Público: 41.235 pagantes
Renda: 2.436.134,70
Cartões amarelos: Romero (Corinthians); Breno e Wagner (Vasco)
Gols:
CORINTHIANS: Jô, aos 28 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Maycon, Camacho, Jadson (Marquinhos Gabriel)  , Rodriguinho (Giovanni Augusto) e Romero; Jô (Kazim)
Técnico: Fábio Carille

VASCO: Martín Silva; Madson, Breno, Anderson Martins e Ramon; Jean (Éder Luis), Gilberto (Escudero), Mateus Vital, Wagner e Nenê; Andrés Ríos (Paulinho)
Técnico: Zé Ricardo

Scroll To Top