Confronto com clima de decisão

Esportes
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Jogadores rubro-negros fizeram último treino ontem, no Ninho do Urubu. Rubro-Negro poderá ter o reforço de Lucas Paquetá, que está servindo à seleção

Gilvan de Souza/Flamengo

Um clima de rivalidade muito grande deverá tomar conta do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), nesta quarta-feira, quando Flamengo e Corinthians duelam, a partir das 21h45(de Brasília), pelo confronto de ida das semifinais da Copa do Brasil. Desde que o confronto foi definido os dois lados, principalmente seus dirigentes, começaram a trocar farpas pela imprensa. 

Andrés Sánchez, mandatário do Timão, e Eduardo Bandeira de Mello, do Flamengo, se tornaram inimigos políticos no cenário nacional desde que o primeiro acusou o segundo de aliciar o técnico Fábio Carille, hoje já fora do Parque São Jorge e trabalhando na Arábia.

As farpas seguiram até a véspera do jogo, quando Sánchez rebateu reclamações de Bandeira sobre o trio de arbitragem sorteado para o jogo, dizendo que o dirigente do Flamengo tinha pretensões políticas para as eleições de outubro no país.

Outro tema que esquentou a decisão, que terá seu jogo de volta no dia 26 de setembro na Arena Corinthians, é a convocação feita pelo técnico Tite para a Seleção Brasileira, que quase tirou Lucas Paquetá, volante do Flamengo, da partidca. O clube vai fretar um avião para buscá-lo nos Estados Unidos a tempo de disputar o duelo. O passado corintiano do técnico canarinho irritou os rubro-negros e virou tema de reclamação por parte de Maurício Barbieri, comandante do Flamengo. 

“Infelizmente a CBF marca jogos decisivos em dias de convocação da Seleção Brasileira e se nega adiar a partida, mesmo adiando diversos jogos. Isso obriga um clube a fretar um avião e prejudicar o desempenho de um jogador por conta do desgaste. Considero isso um absurdo. Mas cabe ao Flamengo trabalhar para chegar bem nesta semifinal e conseguir um resultado positivo contra o Corinthians”, disse Barbieri.

Soma-se a isso a provável presença de Fagner, desconvocado para as mesmas partidas após a apresentação de um laudo médico pelo Corinthians aos médicos da CBF. Fora há três jogos, o defensor treinou desde segunda-feira e deve estar apto a entrar em campo, o que irritou ainda mais os rubro-negros. Em resposta, o Timão divulgou o exame do atleta e preferiu exaltar o seu departamento médico.

“Difícil eu, distante, fazer uma avaliação”, disse Barbieri em coletiva nesta terça-feira.

“A bola está com vocês [jornalistas]. São profissionais capacitados para irem atrás dos argumentos, pós e contras. Eu tenho que preparar a minha equipe para enfrentar o Corinthians, com ou sem Fágner. Essa questão mais polêmica vocês têm capacidade de sobra para apurar o que aconteceu e se tem alguma coisa esquisita”, completou o treinador.

Apesar das reclamações, o Flamengo chega mais fortalecido que o Corinthians para estes encontros, pois faz boa campanha no Campeonato Brasileiro, apesar de estar despencando na tabela de classificação. É o quarto colocado após liderar boa parte da disputa. No fim de semana venceu a Chapecoense por 2 a 0, enquanto que o Corinthians perdeu de 1 a 0 para o Palmeiras e se distancia cada vez mais da zona de classificação para a Copa Libertadores. O técnico Jair Ventura, que assumiu o elenco na semana passada na vaga de Osmar Loss, entende que a reação passa pelo emocional dos atletas.

“É um trabalho do treinador reverter a estima. Temos que levantar isso, não podemos perder a confiança. Quando tomamos um gol não temos muito poder de reação, porque a mochila está cheia. É algo que a gente diz quando a fase está ruim e vemos que o sentimento que passa pela cabeça dos jogadores é de que novamente não vai dar. Sabemos de tudo o que aconteceu, as saídas, as mudanças, mas só nós podemos reverter essa situação. Só nós”, disse Jair Ventura.

Nas quartas de final da Copa do Brasil o Flamengo eliminou o Grêmio ganhando por 1 a 0 no Maracannã, após empate por 1 a 1 no Rio Grande do Sul. Já o Corinthians despachou a Chapecoense, tendo ganho os dois confrontos por 1 a 0. Quem avançar deste duelo vai disputar a grande decisão com o vitorioso do embate entre Palmeiras e Cruzeiro, que também iniciam seus confrontos nesta quarta-feira, no mesmo horário, no Allianz Parque, em São Paulo (SP).