NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Disputa radical nas areias de Icaraí

Sob os olhares de curiosos, Thiago Silva de 18 anos, atleta do Preventório, garantiu participação na etapa de Búzios.

Foto: Evelen Gouvêa

A segunda das três etapas do Circuito Carioca de slackline, o Slack Pró Icaraí, movimentou a orla de Icaraí, na Zona Sul de Niterói, na manhã deste sábado (22). O evento reuniu dezenas de atletas profissionais e amadores de todo país e chamou a atenção das pessoas que caminham pelo calçadão. O destaque da competição ficou por conta do niteroiense Thiago Silva, o TH, de 18 anos, morador do Morro do Preventório, em Charitas, que pela primeira vez disputou uma competição profissional ao lado de grandes nomes do esporte. “O TH é um atleta que tem um grande futuro nesse esporte. É um garoto diferenciado de grande potencial. Baste ele querer que vai conseguir chegar ao topo do Slackline. Niterói está de parabéns por receber esse evento”, disse uma das organizadoras do circuito em Niterói, Caroline Rangel, junto com André Rodrigues e Pedro Marinho, que também foi juíza da competição profissional.

Longe das drogas e cada vez mais próximo do esporte. É desta forma que o atleta de Niterói quer provar o seu valor dentro do Slackline. “É bom estar cada vez mais perto de pessoas que querem ver você em um bom caminho. O esporte consegue transformar vidas e, é desta forma que pretendo transformar a minha”, revelou TH, quarto colocado na etapa de Niterói e que ganhou passagem de ida e volta para disputar a terceira etapa que acontece em Búzios no dia 19 de setembro. Entre os competidores profissionais que disputam a etapa do Circuito Carioca por uma vaga na seletiva para o Campeonato Mundial, sediada em Foz do Iguaçu, estava o atleta de Campinas, no interior de São Paulo, Júlio Valverde. “Comecei a praticar aqui em Niterói. É muito importante resgatar o esporte nessa cidade que é considerada como o berço do slackline brasileiro. Temos grandes atletas na cidade e esse cartão-postal colabora para realização desta etapa”, disse.

A 2ª etapa foi marcada pelo alto nível dos participantes, motivo pelo qual a área do evento contou com grande público que compareceu e prestigiou as apresentações. A categoria profissional teve a participação de 16 atletas e o pódio foi formado por: Luca Rocha de Ipanema, que ficou com a primeira colocação, seguido por Arthur Ilário de Rio das Ostras e Jeovana Petrucci de Ipanema. Já o pódio da categoria amadora teve como campeão Danyel Dente de Rio das Ostras, seguido por Luiz Eduardo de Búzios e Caio Barbosa, atleta local de Icaraí. O Circuito Carioca de Slackline é promovido através da Associação de Slackline do Estado de Rio de Janeiro (Aserj). A 1ª etapa ocorreu nas areias da praia de Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Já a terceira, de onde irá sair o grande campeão carioca, será realizada no próximo mês em Búzios, na Região dos Lagos.

Entre os juízes que julgaram as disputas, chamadas de batalhas, deste sábado estava o campeão mundial Carlos Neto, que esteve ao lado de Marcelo Rangel e Caroline Rangel. “O Carlos, ao lado de outros atletas brasileiros, está representando o nome do nosso país mundialmente. A presença dele aqui hoje (sábado) só enaltece ainda mais a realização desta etapa em Niterói. 

O evento contou com o apoio da Secretaria de Esporte e Lazer de Niterói e da Associação de Slackline do Estado do Rio de Janeiro - ASERJ.

Scroll To Top