Experimentação Esportiva une crianças e atletas em Niterói

Esportes
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Cerca de 30 crianças, com idades entre cinco e dez anos, participaram da programação

Foto: Lucas Benevides

Um dos cartões postais de Niterói, o Campo de São Bento, em Icaraí, na Zona Sul, recebeu neste sábado (27), a Terceira edição do Festival de Experimentação Esportiva. Cerca de 30 crianças, com idades entre cinco e dez anos, participaram da programação, que teve como a principal modalidade o tênis olímpico e paralímpico. A atividade contou com a ajuda de paratletas representantes do município.

“O que essas crianças precisam entender é que todos temos o nosso espaço no esporte. Não existe diferença entre os paratletas e elas. Tudo é adaptável! É preciso, apenas, de oportunidade”, explica um dos coordenadores do projeto, o professor Sergio Alves, responsável por ministrar a aula para a molecada.

Ele destacou ainda o fato de Niterói ser a cidade pioneira na modalidade tênis sobre cadeiras de rodas, apresentada ao Brasil há 30 anos pelo niteroiense José Carlos Marais. 

“Atualmente, contamos com 60 paratletas em todo território nacional”, completou o professor.

Além das crianças que brincavam no parque, a atividade deste sábado contou, ainda, com a participação dos alunos da Escola Municipal Julia Cortines, localizada na Rua Lopes Trovão, em Icaraí, na Zona Sul da cidade.
Para a professora Heliane Ferreira, diretora adjunta da unidade, a atividade física é importante para aproximar as crianças.

“O objetivo é sempre deixar com que as crianças interajam entre elas. Trabalhamos em um escola com um total de 19 turmas divididas entre dois turnos. Em todas essas turmas temos um número de dois alunos especiais. Sempre deixamos que eles se sintam a vontade para esterem próximos de seus colegas. O esporte aproxima as pessoas e transforma vidas”, defende Heliane.

Mesmo com problemas de baixa visão, Cauã Machado, de 10 anos, foi um dos pequenos atletas mais participativo no evento. O menino ainda comentou sobre a importância de todos entenderem o esforço de cada paratleta.

“É muito rápido e difícil! Foi legal participar desta modalidade esportiva. Meu sonho não é ser um atleta olímpico, mas é muito importante saber o quanto é trabalhoso o esforço de cada um deles”.

O paratleta Caio Gonçalves, representante da cidade na modalidade com cadeiras de rodas, comentou sobre a importância de apresentar o esporte para as crianças.

“O legal é que eles aprendem sobre o esporte e entendem a dificuldade que temos em nossa preparação. É importante que eles saibam que todos conseguem se adaptar”.

O Festival de Experimentação Esportiva é um projeto de realização do Grupo de Trabalho Niterói Cidade do Esporte, que tem como objetivo apresentar ao niteroiense as modalidades dos esportes olímpicos e paralímpicos que serão disputados nos Jogos Olímpicos deste ano, no Rio de Janeiro.

Os maiores campeões do tênis olímpico brasileiro são Fernando Meligeni, Flavio Saretta, Ronald Barnes, Thomas Koch, Fernando Roese, Maria Esther Bueno, Gisele Miró, Joana Santos, Joana Cortez, Vanessa Menga e Bruna Colosso – todos conquistaram medalhas de ouro em diferentes edições.