NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Flamengo pega o Galo em Minas

Para vencer um dos líderes do Campeonato Brasileiro, o Flamengo vai contar com Gabigol no setor ofensivo

Divulgação

Um jogo em que os dois times precisam vencer na luta pela afirmação no Campeonato Brasileiro. Este é o histórico do confronto entre Atlético-MG e Flamengo, que se enfrentam neste sábado, às 19h(de Brasília), na Arena Independência, em Belo Horizonte (MG), pela quinta rodada da competição. O Galo perdeu os cem por cento de aproveitamento no fim de semana, ao ser derrotado pelo Palmeiras, em casa, por 2 a 0. O time mineiro soma nove pontos, dois a mais que o Rubro-Negro, que vem de triunfo de 2 a 1 sobre a Chapecoense no Rio de Janeiro.

O Flamengo está motivado por conta de bom resultado fora de casa, no meio de semana, pela rodada de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O time derrotou o Corinthians por 1 a 0 em São Paulo, enquanto que o Galo ficou no empate sem gols com o Santos em Minas Gerais.

“Vai ser um jogo muito equilibrado, pois são duas equipes que querem buscar as primeiras colocações. O Flamengo tem muita qualidade no elenco, mas nós temos também jogadores de alto nível e capazes de construir um bom resultado em casa, diante de nossa torcida”, disse Rodrigo Santana, treinador interino no Galo.

Os flamenguistas também esperam um jogo equilibrado, mas temem o desgaste.

“São dois grandes times, é complicado ganhar do Atlético Mineiro em Minas Gerais, mas temos que buscar um bom resultado. O tempo de recuperação é curto, o desgaste sempre preocupa, mas vamos em busca de um triunfo”, disse Abel Braga, treinador do Flamengo.

O pensamento do treinador flamenguista também é sentido no discurso dos jogadores.

“Sempre bom voltar a Belo Horizonte. Já vivi grandes momentos com a camisa do Cruzeiro e do Flamengo. Espero fazer um bom trabalho e ajudar a nossa equipe. O Atlético-MG é uma equipe que conhece o campo, agressiva, tem jogadores de qualidade. Temos que ficar atentos a todo momentos para não sermos surpreendidos”, disse o meia Everton Ribeiro.

Os atleticanos, porém, sabem que precisam do apoio da torcida.

“O nosso time perdeu um pouco do que vinha apresentando nos dois últimos jogos, contra o Palmeiras e o Santos, mas o trabalho no Campeonato Brasileiro tem sido positivo até aqui e o Rodrigo Santana conta com a nossa confiança. O jogo contra o Flamengo é complicado, mas contamos com o apoio do torcedor para nos ajudar a sair de campo com os três pontos, fundamentais neste momento”, disse Réver.

Para este compromisso o Atlético tem problemas. O lateral-esquerdo Fábio Santos, com um desconforto na coxa esquerda, foi vetado, assim como o meia Luan, com entorse no tornozelo direito. Patric assume a lateral e o equatoriano Juan Cazares assume o posto no meio. Também no meio, Geuvânio, com fadiga muscular, é dúvida. Maicon Bolt e Nathan são as opções caso ele não resista a um teste de vestiário.

No Flamengo, todos os titulares estão à disposição de Abel Braga.

 
Scroll To Top