NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Fluminense sonda Nenê para o meio Tricolor

Nenê já teve passagem pelo Vasco, e tem carinho pelo Rio de Janeiro. Pesa contra o Fluminense o fato de o jogador ter fechado o ano como titular do São Paulo

Rubens Chiri/São Paulo

O meia Nenê poderá mudar de Tricolor. Isso porque o atleta do São Paulo interessa ao Fluminense, e seria um pedido do técnico Fernando Diniz para reforçar o clube das Laranjeiras.

Apesar de ainda não ter havido um contato entre as equipes, a fase é considerada apenas de sondagens por parte do time carioca. Com teto salarial de R$ 150 mil, valor inferior ao pago pelo São Paulo ao camisa 10, o Flu tenta encontrar alternativas que pudessem viabilizar a contratação.
Nenê se apresentou nesta sexta-feira nos Estados Unidos, onde o São Paulo fará a pré-temporada e disputará o Torneio da Flórida. O contrato dele termina em 31 de dezembro de 2019.

Em entrevista coletiva concedida ontem, Vagner Mancini, novo coordenador técnico do São Paulo, disse que as conversas com o Fluminense não estão fechadas, assim como as conversas com outros clubes.

“Eu não estava a par ainda, mas vou checar a informação. É lógico que o mercado está de olho em vários atletas do São Paulo. Temos que analisar. O Nenê é um atleta importante dentro do sistema de jogo, um atleta que fez muitos jogos, tem alto índice de jogos, se levarmos em conta o fato da idade e do tanto que ele jogou. Você vê que é um atleta diferenciado. Certamente, hoje eu o vejo como uma peça fundamental. Lógico que vamos sentar e analisar tudo aquilo que surgir em termos de interesse de outras equipes”, falou.

A contratação de um meia é considerada fundamental pela diretoria do Fluminense, já que o clube perdeu Sornoza, o seu principal articulador na equipe. Além disso, o Tricolor tem apenas as opções de Daniel e Zé Ricardo para a função, considerada carente na equipe para uma temporada com quatro campeonatos (Carioca, Copa do Brasil, Sul-Americana e Brasileiro).

Interesse – Após perder Julio Cesar para o Grêmio, o Fluminense correu atrás de um nome para a posição para disputar vaga com Rodolfo e deve anunciar nos próximos dias a chegada de Agenor, que estava no Guarani. O jogador desembarcou no Rio de Janeiro neste sábado para realizar exames médicos e assinar contrato por uma temporada.

O Fluminense já tentando a contratação de Agenor na temporada passada, mas sem sucesso. Desta vez, a diretoria tricolor se acertou com o Guarani. Os cariocas cederam o jovem Felipe Amorim e uma quantia em dinheiro.

Mesmo com a chegada de Agenor, os dirigentes do Fluminense ainda podem trazer mais um goleiro. O principal alvo dos tricolores é Richard, que disputou o Campeonato Brasileiro pelo Paraná. 

Scroll To Top