NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Gabigol interessa a time da Rússia, segundo jornal italiano

O atacante Gabriel Barbosa, o ‘Gabigol’, pode deixar o Flamengo no final desta temporada. Artilheiro do clube e do Campeonato Brasileiro em 2019, o jogador é alvo do Dínamo de Moscou. Segundo o site italiano “FC Inter News”, a equipe russa estaria disposta a pagar até 15 milhões de Euros à Inter de Milão pelos direitos do atacante.

Gabigol, que completará 23 anos no final de agosto, estreou no futebol profissional com a camisa do Santos em 2013, e após três anos no Peixe foi vendido para a equipe de Milão por 27 milhões de Euros. Sua trajetória no futebol europeu, entretanto, não foi bem sucedida, e em sua ínica temporada na Inter atuou apenas em 10 jogos e marcou um gol.

No ano seguinte, foi emprestado ao Benfica, onde marcou também um gol em cinco jogos. Em 2018 retornou ao Santos por empréstimo e se destacou marcando 27 gols na temporada, e foi artilheiro do Brasileirão. No início deste ano desembarcou no Rio de Janeiro após o Flamengo convencer a Inter a emprestá-lo novamente, e mais uma vez tem sido destaque no futebol brasileiro.

No clube carioca, Gabigol já marcou 20 gols em 32 partidas, média de 0,6 tentos por jogo.

Além de Gabigol, quem está mais perto de sair do Flamengo é o lateral Pará. Um dos capitães do elenco santista, Gustavo Henrique aprova a contratação de Pará no Santos. O lateral-direito ex-Flamengo chega a São Paulo nesta terça-feira para fazer exames médicos. Se liberado, assinará até dezembro de 2020.

O zagueiro treinou algumas vezes com Pará em 2012, antes do lateral ir para o Grêmio, antes da promoção definitiva do Menino da Vila ao elenco profissional em 2013.

“Treinamos algumas vezes. Falavam que estava vindo. Se vier, é um cara campeão, super experiente e vem para somar, aumentar qualidade do elenco. Vai ser sempre bem-vindo”, disse Gustavo, em entrevista coletiva.

A contratação de Pará foi aprovada pelo técnico Jorge Sampaoli. O argentino vê o lateral de 33 anos com capacidade de atuar também no meio-campo, assim como Victor Ferraz, Jorge e Felipe Jonatan.

A diretoria santista afirma que a negociação é “limpa”, sem compensação financeira, comissão ou luvas. 

Scroll To Top