NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Tricolor mostra alívio com vitória pela Sula

O Fluminense ficou próximo de avançar às quartas de final da Sul-Americana ao vencer o Peñarol-URU, fora de casa. O triunfo amenizou a situação do técnico Fernando Diniz, que já sofria com a pressão pela falta de bons resultados.

“Fico contente, mas o mais importante é o time ganhar. Foi uma coisa falada no vestiário e na concentração. A gente está jogando bem faz tempo, mas a gente precisa vencer jogos. Espero que essa vitória seja a primeira de muitas nesse semestre”, disse o treinador. Diniz admitiu que a pressão por vitórias atrapalha, mas fez questão de elogiar o elenco.

“Tem uma pressão que vem de fora, mas, internamente, os jogadores sabem suportar bem. Isso fortalece o time. Foi muito boa essa vitória, porque alivia”, declarou.

Com o resultado, o Fluminense pode perder por 1 a 0 no duelo da volta, no Maracanã, que vai avançar na Sul-Americana. Agora, Fernando Diniz começa a pensar no próximo jogo, neste sábado, contra o São Paulo, no Maracanã.

Quem também se mostrou aliviado com a vitória foi o atacante Yony González, autor dos dois gols contra o Peñarol.

“Estou igualando uma temporada na Colômbia pelo Envigado. Quero agradecer meus companheiros, que estão me ajudando muito para que eu possa fazer gols. Sempre falo que quero fazer mais de 20 gols para ajudar a equipe. Ainda tem muitos jogos. O importante é que o time possa vencer sempre e dar alegria aos torcedores”, disse o atacante, que ainda projetou o duelo de volta contra os uruguaios. 

“Será um jogo difícil. É um time que tem uma bola parada complicada. Sofremos muito em alguns lances, mas conseguimos sair com a vitória. Aqui no Rio vamos jogar do mesmo jeito, buscando a vitória e a classificação para as quartas de final”, finalizou. 

Scroll To Top