Zé Ricardo estuda novo esquema para o Vasco

Esportes
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times


Passado o empate por 1 a 1 com a Chapecoense, pelo Campeonato Brasileiro, o Vasco volta as suas atenções para o compromisso decisivo da próxima quinta-feira, diante do Racing da Argentina, em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Apenas o triunfo vai manter vivo o sonho de disputar as oitavas de final. Sabendo que precisa ganhar, o técnico Zé Ricardo trabalha a possibilidade de usar um esquema mais ousado.

Contra o Racing na Argentina o treinador usou três volantes e foi criticado por conta da goleada de 4 a 0. Diante da Chapecoense, atuou com dois meias e dois homens de frente, sendo um deles Rildo, o que deixa nítido o desejo de jogar com mais velocidade. Fora dos jogos da fase de grupos do torneio contionental, por suspensão e depois por lesão, o meia Thiago Galhardo, que entrou bem diante da Chapecoense, pode ganhar uma chance.

“Vamos analisar os trabalhos ao longo da semana. O importante é contarmos com todos os jogadores em boas condições. O Thiago Galhardo tem entrado bem no time quando é chamado e por isso mesmo tem tudo para nos ajudar contra o Racing. É um jogador importante”, disse Zé Ricardo, que não quis antecipar uma possível titularidade.

Outro que tem chances de começar jogando contra o Racing, pois agradou diante da Chapecoense, é o zagueiro Werley. Resta saber se ele formará dupla com Paulão, conforme aconteceu diante dos catarinenses, ou com o equatoriano Frickson Erazo, que ficou de fora do time em Santa Catarina. O sistema defensivo vem sofrendo muiotas críticas por conta da facilidade com que os ataques rivais chegam para concluir na área vascaína.