NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Niterói: folia modesta no comércio

Lojas temáticas estão com mercadorias nas prateleiras, à espera pelos clientes que desejam curtir a festa de Momo

Evelen Gouvêa

O carnaval deste ano será de acessórios. Pelas lojas de Niterói, saias de tule, “arquinhos” temáticos e as purpurinas saem na frente das já tradicionais fantasias. Quem decidiu curtir a folia, que começa oficialmente no próximo sábado, optou pelo bom humor na criação da roupas e adereços. Comerciantes, que já aproveitam as vendas desde a semana passada, apostam nos últimos dias que antecedem a data. Segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói, as vendas estão 20% abaixo do esperado, mas a expectativa é que os índices subam conforme o carnaval for se aproximando. 

O Centro de Niterói concentra um grande número de comércios voltados para datas festivas. Desde janeiro, diversas lojas se preparam para o carnaval já disponibilizando as saias de tule, arcos, purpurinas e outros adereços utilizados de enfeite como meias e luvas. Porém, foi com a aproximação da festa que a procura foi intensificada. 

“Desde a semana passada estamos recebendo muita movimentação. Este ano, as ‘pedrinhas’ para colar no rosto estão em alta, os arquinhos de ‘diabinha’ e ‘malévola’ também. Muitos optam por comprar em Niterói pela praticidade e por encontrar preço similar ao do Rio. A procura está grande”, contou Suellen Marinho, vendedora de uma loja especializada no Barcas Shopping, no Centro.

Segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói, as vendas pré-carnaval costumam ser mais baixas, porém, devem esquentar até a folia, com ênfase nos produtos relacionados à confecção de fantasias. Itens como bebidas são mais buscados pelos consumidores com o início oficial dos desfiles de blocos e escolas de samba. “Até o momento, as vendas estão 20% abaixo do esperado, mas a expectativa é que os índices subam conforme o carnaval for se aproximando, ou seja, de sexta-feira em diante”, dizia a nota divulgada. 

Uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) aponta que seis em cada dez consumidores (62%) pretendem cair na folia pelos próximos dias. Entre eles, 37% acompanharão os blocos de rua, 17% vão a bailes em clubes ou boates, enquanto 12% planejam assistir aos ensaios das escolas de samba. Já 9% aproveitarão a festa atrás de trios-elétricos e 9% querem desfilar na Avenida. Em contrapartida, 27% devem ficar de fora das festividades.

O que chama atenção no levantamento é o gasto médio na folia. A estimativa é que o consumidor gaste durante todo o período de carnaval cerca de R$ 633,97, mas 40% dos entrevistados ainda não definiram a quantia. 

 
Scroll To Top