NITERÓI/RJ
Min:   Max:

PRF: mais de R$ 800 mil para reforçar efetivo nas rodovias

Com medida, efetivo aumentará entre 30% e 40% na Niterói-Manilha

Arquivo

O Governo Federal repassou nesta semana R$ 823,7 milhões à Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Rio de Janeiro para reforçar o policiamento nos pontos mais perigosos das estradas federais que cortam o estado, principalmente a Rodovia BR-101, no trecho Niterói-Manilha, e a Rodovia BR-116 (Via Dutra). Os recursos serão utilizados para o pagamento de horas extras aos agentes que trabalharão nos dias de folgas numa medida emelhante ao Regime Adicional de Serviço (RAS) da Polícia Militar. 

Para tentar reduzir os roubos na região, a PRF vai aumentar o efetivo na região com a concessão de uma gratificação para os agentes rodoviários federais, explica o inspetor Marcelo Vinicius Pereira, chefe da Seção de Operações da PRF no Rio.

A PRF prevê que, que a partir da próxima terça-feira (6), já haverá a implementação da gratificação para os agentes em folga. A medida, segundo ele, aumentará entre 30% e 40% o número de agentes no trecho Manilha da BR-101, por exemplo. 

“Com isso, vamos ter um policial que conhece o trecho e isso também é muito importante”, explicou.

Segundo a PM, no primeiro semestre de 2019 o batalhão da região de São Gonçalo, que compreende 80% da extensão do trecho Niterói-Manilha, registrou 12% e 20%, respectivamente, do total de roubos de veículos e de cargas no estado do Rio. O município tem menos de um policial para cada mil habitantes, índice muito inferior ao previsto pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Para a PRF, responsável por patrulhar a rodovia, a conta também não fecha sem as gratificações para o trabalho nos dias de folga. São apenas sete agentes para cobrir os 21 km do trecho, além da Ponte Rio-Niterói. 

“Temos uma demanda muito grande de trabalho e nossos recursos humanos não atendem essa necessidade”, disse o inspetor.

Rodovia do Medo - A rodovia federal BR-101, no trecho entre Niterói e Manilha, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio, é recordista no número de roubos de veículos em todo o país. A afirmação foi de representantes da PRF e da PM durante audiência pública na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) para discutir medidas para o enfrentamento da violência na região. O encontro foi promovido pelas comissões de Segurança Pública e de Turismo. 

Apesar da situação no trecho, a PM afirmou que houve uma diminuição de 54% no número de roubos a veículos no segundo trimestre de 2019 em comparação com o mesmo período do ano passado.

A redução se deu, dentre outros motivos, pela integração entre as forças policiais, empresas e organizações da sociedade civil. Atualmente, a PRF conta com o auxílio do batalhão de Rondas Especiais e Controle das Multidões (Recom), da PM, que também atua em operações nas comunidades da região.

 
Scroll To Top