NITERÓI/RJ
Min:   Max:

São Gonçalo: confraternização de amigos termina em chacina

Tiros foram disparados contra pessoas que estava em um bar

Reprodução de vídeo

Quatro pessoas morreram e outras sete ficaram feridas na noite do último domingo (26), em uma chacina no bairro Porto Velho, em São Gonçalo.   

Segundo moradores, vários tiros foram disparados de dentro de um carro modelo Hyundai HB 20 de cor preta, contra pessoas que estavam em um bar. Uma mulher e três homens estão entre as vítimas. Os feridos foram encaminhados para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no bairro Colubandê.  

Janete Bezerra Santos Ribeiro e José Luiz Caetano Duarte morreram no local do crime. Outras duas vítimas, identificadas como Fábio Rosa de Souza e Valdir Pinto de Oliveira Sobrinho, morreram no hospital. 

As vítimas, todas moradoras do bairro e amigos de longa data, costumavam realizar confraternizações aos fins de semana, para jogar futebol e fazer churrasco. 

A vítima Janete Bezerra Santos Ribeiro comemorava seu aniversário de casamento. A filha da vítima, que estava em casa, se desesperou com os tiros. Um dos disparos chegou a atingir a casa de Janete. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu na hora. 

A vítma Valdir Pinto de Oliveira Sobrinho, conhecido como Waldir Papel, era um conhecido compositor da escola de samba Porto da Pedra. A agremiação gonçalense emitiu uma nota de pesar pela morte.

"Neste momento de dor, nos solidarizamnos com seus familiares ratificando nosso voto de pesar pela perda de um dos nossos poetas". 

José Luiz Caetano Duarte, era professor. A escola onde ele trabalhava não funcionou nesta segunda-feira em luto pela morte do profissional. Ainda no domingo, através de uma rede social, a instituição de ensino lamentou a morte de José Luiz.

"É com grande pesar e tristeza que comunicamos o falecimento do nosso querido professor José Luiz Caetano Duarte, carinhosamente conhecido como Pepe. Nesse momento, nós da família São Tarcísio, nos unimos a toda comunidade e aos familiares para acalmar e suportar essa dor tão forte. 
Amanhã não haverá aula". 

Antes da chacina, os bandidos assaltaram clientes de um bar na Rua Mauá e atiraram em várias direções, sem ferir ninguém. Depois seguiram pra o bar onde realizaram o crime.



O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo. 


Scroll To Top