Prefeito eleito de Campos destaca principais desafios

Política
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Rafael Diniz, que hoje é vereador em Campos, quer incentivar setor agrícola

Foto: Marcelo Feitosa

Garantir o desenvolvimento econômico do município sem a dependência atual dos recursos oriundos dos royalties do petróleo. Este é um dos principais desafios do prefeito eleito de Campos, Rafael Diniz (PPS). O jovem prefeito, de 33 anos, cumpre seu primeiro mandato como vereador e foi um dos destaques no Estado do Rio nestas eleições pela vitória expressiva, em primeiro turno. 

Na última semana, Rafael Diniz visitou o Grupo Fluminense Multimídia, acompanhado pelo deputado estadual Comte Bittencourt, presidente estadual do PPS. Eles foram recebidos pela superintendente do grupo, Cátia Gomes, e pelo jornalista Alexandre Torres. 

O advogado e servidor público Rafael Diniz é neto do ex-prefeito de Campos Zézé Barbosa. Vereador de primeiro mandato, Rafael era oposição à prefeita Rosinha Garotinho (PR). O prefeito eleito disse que o PPS fez uma grande diferença para garantir sua vitória. Segundo Rafael sua trajetória política se espelha pela história da sua família. “Meu pai e meu avó foram homens públicos. Meu avô foi prefeito de Campos por três vezes e meu pai, deputado estadual. Eu cresci com essa militância. Em 2012 meu pai viria candidato a vereador pelo PPS, mas faleceu. Em um mês, eu decidi me candidatar. Foi uma eleição de raça e ali conquistamos a nossa primeira vitória”, lembrou. 

Rafael explicou que a campanha para prefeito foi realizada nas ruas, com três horas de caminhada pela manhã e outras três à tarde, sempre perto dos eleitores.  O prefeito eleito disse que Campos passa por um momento delicado e que sua gestão vai mudar esse cenário. “Vamos fazer uma  política diferente e que vai ser debatida com o povo. Eu sempre fui um vereador presente, ouvindo a população e as instituições representativas da cidade. Assumimos um compromisso de governar com todos. Quero fazer um governo diferente, inclusive ouvindo os meus opositores”, garantiu.

Rafael disse que um dos grandes problemas de Campos é a dependência dos royaties. “Nosso objetivo é buscar alternativa para além dos royaties, pois a cidade tem um potencial agrícola enorme e nada foi feito pelo atual governo. Temos grandes universidades públicas e privadas e nada de investimento. E vamos investir também em turismo”, afirmou.