NITERÓI/RJ
Min:   Max:

O que não pode faltar

Eles amam moda, são antenados, influentes nas redes sociais e não dispensam seus itens queridinhos na correria do dia a dia. Os estilosos de Niterói contam o que eles carregam na bolsa – tudo o que não pode faltar, desde seus produtos favoritos a coisas que facilitam a vida agitada na cidade.

 

Foto: Arquivo Pessoal

O modelo carioca John Fazzioli, de 23 anos, opta pela praticidade e versatilidade da pochete. Peça que está presente em muitos guarda-roupas fashionistas.

“Não costumo sair com muita coisa. Mas esses são os itens que estarão sempre comigo. Como sou viciado em música, não poderiam faltar meus fones de ouvido. E se tem algo no qual eu tenho paranoia é mau hálito, então sempre ando com um enxaguante bucal e um chiclete. Um chaveiro bem grande para não correr o risco de perder a chave, porque se tem uma pessoa distraída, essa sou eu! E uma carteira, que no caso só habitam os cartões ao invés de dinheiro”, lista.

 

Foto: Arquivo Pessoal

A designer de moda e consultora de estilo Thais Pires, de 32 anos, carrega bastante coisa na bolsa.

“Minha bolsa é bem bagunçada, confesso! Sempre vou jogando tudo o que não posso esquecer, mas o que nunca falta mesmo é o celular, pois estou sempre atenta aos meus clientes. O carregador de bateria portátil está sempre junto, mesmo que muitas vezes descarregado. Meus itens para uma make básica estão sempre comigo e sempre tenho um brinco na bolsa”, conta.

 

Foto: Arquivo Pessoal

A modelo niteroiense Paula Monnerat, de 25 anos, possui um kit de sobrevivência diário supercompleto.

Por causa da minha rotina, ando com um monte de coisas dentro da bolsa, nécessaire de maquiagens, kit de higiene bucal, carteira com meus documentos, chicletes, dinheiro e cartões, carteirinha do meu plano de saúde para qualquer emergência, óculos de sol e um hidratante labial”, revela.

 

Foto: Lucas Benevides

A estudante de moda, tatuadora e modelo Júlia Figueredo tem apenas 19 anos, mas sua rotina é mega-agitada. No entanto, o perfil multifacetado da jovem se contrapõe ao minimalismo que escolhe no que leva com ela, claro, sem perder a personalidade.

“Levo basicamente o que vou precisar. Praticidade é tudo. Meus itens essenciais são minha carteira, chaves de casa, óculos, batom, lápis de sobrancelha e, claro, carregador de celular”, conta.



Scroll To Top