NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Verão Europeu

 

Foto: Divulgação

O Velho Continente é um dos lugares mais desejados pelos brasileiros para viver aquela tão planejada viagem dos sonhos, mas o que muita gente não sabe é como são as estações do ano por lá, se faz mesmo calor no verão e frio no inverno, quando é alta temporada, para onde viajar, quando ir, o que levar na mala, vantagens e desvantagens de viajar em cada época, etc.

Na Europa, o verão acontece entre 21 de junho e 22 de setembro. Julho e agosto são os meses mais quentes e considerados alta temporada, sendo que agosto, mês de férias em todo o continente, é altíssima temporada. Muitas vezes, as pessoas não fazem a Europa como destino de praias, exceto as famosas ilhas gregas ou as ilhas espanholas espalhadas pelo Mediterrâneo e Atlântico.

Depois de alguns anos fora dos holofotes, a Ilha do Diabo, como Ibiza é conhecida, voltou a ser um dos melhores destinos para curtir de verão europeu em alto estilo. A cidade simplesmente não para, e é possível encontrar pessoas nas ruas 24h por dia, o que, no verão, se transforma em uma legião de jovens e nem tão jovens assim, com muita energia para se divertir. Por lá, é possível curtir festas que começam com um pôr do sol tranquilo, caem nas baladas e finalizam com um after (evento após a noitada) até altas horas da manhã. Ibiza é frenética, mas também muito diversificada. Afinal, ao mesmo tempo em que ficou conhecida pelas festas e ostentação, é um ótimo destino para família e crianças, inclusive. Por lá, as praias de Cala Comta, a badalada Playa d’en Bossa e a região de San Antoni são ótimos lugares para apreciar a natureza, curtir o pôr do sol e comer em ótimos restaurantes.

Ibiza voltou a ser um dos melhores destinos para curtir. Santuário de Santa Maria dell´Isola, em Tropea, na Itália. .

Foto: Divulgação

Na Itália, a dica é a praia da Tropea, que parece ter sido feita pela natureza para os amantes das belas paisagens. Um dos pontos mais famosos é o santuário de Santa Maria dell’Isola, que fica no alto de um rochedo e é o símbolo de Tropea. Antigamente, o rochedo era uma ilhota (daí o nome do lugar, Santa Maria da Ilha), mas um terremoto e um tsunami ocorridos em 1783 fizeram com que o rochedo ficasse ligado ao resto da cidade. 

Fazer uma viagem de turismo para a Grécia é sonho de consumo de muita gente. Além da famosa praia de Mykonos, existe a praia de Navagio, que também é conhecida como “praia do naufrágio”. Navagio se tornou o principal destino turístico de Zakynthos, ilha grega que até então era desconhecida do grande público. É possível chegar até a praia de Navagio pelo ar, saltando de paraquedas, ou pelo mar, através dos passeios de barco que partem de diversos pontos da ilha. A paisagem de Navagio Beach é uma combinação de rochas brancas com mar azul celeste e uma minúscula faixa de areia, onde fica a carcaça de um navio de carga que encalhou naquelas águas durante uma tempestade nos anos 80. Por isso, a praia também é conhecida como “praia do Naufrágio”. Navagio é uma das praias mais bonitas e fotografadas, principalmente vista de um mirante, no alto de um penhasco.

Portanto, sem dúvidas, são muitas as vantagens de viajar para a Europa no verão, como explica Adriano Gomes, diretor da CVC no Estado do Rio de Janeiro.

“Além desses lugares maravilhosos já citados, tem Santorini, uma das ilhas mais famosas da Grécia. Alguns historiadores e arqueólogos acreditam que a lenda de Atlântida, citada pelo filósofo grego Platão em algumas de seus pensamentos, tenha se originado a partir da erupção que devastou grande parte de Santorini, há 3,5 mil anos. Se quiserem um lugar mais tranquilo, a playa de la Lanzada, na Espanha, é uma ótima pedida. Areia branca, pouca gente, nenhuma construção, água cristalina e gelada. Já para quem gosta de algo diferente, tem a Spiaggia Giunco, na Itália. Ela é conhecida também como ‘praia de dois mares’, banhada pelo Mediterrâneo e pela Lagoa Notteri. A praia de água salgada e doce tem areia muito macia e se localiza no extremo sul da Sardenha”, explica. 

Scroll To Top