NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Exames de vista gratuitos para população de rua

Cumprindo o desafio de ressignificar o papel social da Fundação Leão XIII, que é investir em políticas de assistência social a quem mais precisa, acontece nesta terça-feira, 11, a edição do Novo Olhar com exames de vista e óculos gratuitos para a população em situação de rua, no Rio Acolhedor, em Paciência, zona Oeste do Rio. Ao todo, 12 instituições de acolhimento, das redes públicas municipal e estadual participarão, e os atendimentos serão realizados ao longo do dia, das 9h às 16h.

"O Novo Olhar é de grande importância para a população, se levado em conta seu real objetivo. E nosso intuito, ao dedicar uma ação exclusivamente para a população em situação em rua é contribuir para minorar os impactos negativos impostos justamente por sua condição social. Diariamente investimos em formas de democratizar o acesso de todos às políticas de promoção da cidadania e saúde. Esta é, sem dúvidas, nossa maior missão", destaca Allan Borges, presidente da entidade.

Bangu, Magalhães Bastos, Magé, Campos dos Goytacazes e Macaé foram alguns dos locais que já receberam a ação, com aproximadamente 3.500 pessoas avaliadas por oftalmologistas. A agenda de junho já foi fechada e a ação vai passar por Ricardo de Albuquerque, no dia 15; em Queimados no dia 22; e, no dia 29, em Paulo de Frontin.

De forma gratuita, todos que procuram pelo Novo Olhar têm acesso a exames oftalmológicos computadorizados e também óculos de grau. No local, as pessoas atendidas realizam cadastro, são submetidas a exame de vista, consulta médica e depois recebem seus óculos na data, horário e local marcados, no mesmo endereço onde a ação tenha sido realizada.

De janeiro a maio deste ano, o programa Novo Olhar passou por um importante processo de readequações técnicas e metodológicas, retomando suas atividades em 2019, com novos critérios e diretrizes para os atendimentos. Os públicos prioritários, agora, são beneficiários do Bolsa Família, trabalhadores da agricultura familiar, pessoas com deficiência, idosos, adultos, adolescentes a partir de 14 anos acompanhados dos pais ou responsável, e usuários do SUS com encaminhamento para o oftalmologista ou com queixas relacionadas à visão.

Nas ações, menores de 18 anos deverão estar acompanhados dos pais ou responsável. E é indispensável que todos estejam com RG e CPF em mãos.

Scroll To Top