Sebrae quer capacitar microempreendedor

Cidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Nesta segunda-feira, dia 18, será celebrado o Dia do Comércio. Ao todo, o Estado do Rio de Janeiro conta com 169,7 mil micro e pequenas empresas voltadas para o setor. Por ser um dos setores mais impactados com a crise, os comerciários vêm buscando novas formas de se reposicionar no mercado. Para superar os desafios relacionados ao aumento de faturamento e também na área de inovação, o Sebrae Rio está com inscrições abertas até o dia 27 para o
projeto Comércio Multissetorial.

Ao longo de um ano, 120 empresas selecionadas terão a oportunidade de se capacitar em temas como finanças, marketing digital e estratégico, gestão de pessoas e inovação. Nesse período, o empresário contará com capacitações coletivas, consultorias individualizadas e mentorias.

O Sebrae Rio subsidiará 87% do curso, sendo que o empreendedor ficará responsável pelo pagamento de R$ 510, parcelado em até 12x sem juros no cartão de crédito.

"O comércio é um dos setores que mais gera emprego e renda no país. Com a pandemia e com o lockdown, as pessoas deixaram de circular, o que gerou uma grave crise para quem empreende. Com o avanço da vacinação, as empresas precisam estar antenadas com a mudança de mentalidade do mercado e do consumidor. Esse programa foi elaborado com as melhores práticas de mercado.

A partir de agora, o empreendedor precisa entender de como conciliar o espaço físico com o ambiente digital. Além de toda trilha que vai colaborar no aumento do faturamento dos negócios, o programa também prevê ações no desenvolvimento de um novo produto ou no aprimoramento de processos internos da empresa", enfatiza Poliana
Valente, analista do Sebrae Rio.

Custos para os pequenos negócios - Em pesquisa recente do Sebrae, 36% das empresas afirmaram que o aumento no preço de insumos e mercadorias é o principal fator que mais pressiona o seu negócio, seguido pela alta dos combustíveis (20%), aluguéis (14%) e energia elétrica (12%).