Obras do Mercado Municipal de Niterói são entregues

Prefeito eleito Axel Grael esteve prsente na cerimônia. Rodrigo Neves, com coronavírus, não pôde comparecer - Foto: Reprodução de vídeo

Niterói
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

A obra de restauração do prédio do Mercado Municipal Feliciano Sodré foi entregue neste domingo (22), como parte das comemorações pelos 447 anos de Niterói. A obra envolveu um trabalho meticuloso para manter as características do estilo Art Déco do local.

Representando o prefeito Rodrigo Neves, que teve o diagnóstico de Covid-19 confirmado e está em casa, seguindo recomendações médicas, a primeira-dama Fernanda Sixel afirmou que o Mercado Municipal, além de gerar emprego, renda e incrementar o turismo na cidade, também é importante para a memória afetiva dos niteroienses.

"É uma alegria enorme participar hoje da entrega da restauração do Mercado Municipal Feliciano Sodré. Esse é mais um dos sonhos dessa gestão, que retirou várias obras do papel. É um prédio que tem uma simbologia arquitetônica muito grande. Resgatar a história desse local, que estava completamente abandonado, é um ganho para a cidade”, disse.

O secretário municipal de Urbanismo, Renato Barandier, destacou a importância da conclusão da restauração.

"Esse prédio é da década de 1930, um senhor de quase 90 anos que, com a restauração, rejuvenesceu, com a sua arquitetura Art Déco recuperada. Foi um trabalho impressionante de arquitetos, engenheiros e operários. A partir de agora começam as obras de modernização para adaptar esse prédio às necessidades do século 21 e, em breve, teremos o novo Mercado Municipal Feliciano Sodré pronto para ser entregue à cidade", informou.

O presidente Neltur, Paulo Novaes, ressaltou que o Mercado Municipal de Niterói vai representar um marco para o turismo do município.

“Alguns mercados públicos são mundialmente celebrados e o novo Mercado Municipal tem potencial para ser um dos grandes atrativos turísticos de Niterói. Será um local para intercâmbio de produtos característicos da nossa região, promovendo a nossa gastronomia, cultura e lazer, contribuindo também para a economia da cidade”.

O novo Mercado Municipal Feliciano Sodré é um dos grandes projetos da Prefeitura de Niterói para a retomada da economia da cidade, sendo um espaço com atividades comerciais, gastronômicas e de artesanato. O imóvel faz parte de um conjunto arquitetônico da região portuária de Niterói, erguido durante o período histórico chamado de Renascença Fluminense.

Memória - O Mercado Municipal Feliciano Sodré é o antigo edifício na Avenida Feliciano Sodré, entre a Rua Presidente Castelo Branco e a Avenida Washington Luiz, no Centro de Niterói. Inaugurado em 1938, o Mercado Municipal inscreveu na cidade uma arquitetura sintonizada com as tendências internacionais do Art Déco. O imóvel tem uma área de cerca de 9.700 metros quadrados.

O prédio abrigou o referido Mercado, até ser desativado em 1976 e a partir da década de 1980 o imóvel passou a abrigar o Depósito Público Estadual. Em 2013, a Prefeitura incluiu o Mercado Feliciano Sodré dentro do Plano Estratégico Niterói que Queremos 2013-2033, como uma das estratégias para dinamização da economia local, como polo de turismo e de geração de emprego, trabalho e renda no município, além de contribuir para a renovação da área urbana no seu entorno.

O prédio foi municipalizado pela Prefeitura de Niterói, que lançou uma Parceria Público Privada (PPP) para a reforma e gestão do espaço por 25 anos. O consórcio Novo Mercado, vencedor da licitação, vai investir cerca de R$ 69 milhões em três anos, sendo R$ 30 milhões no prédio histórico.

No térreo haverá um espaço para comercialização de frutas, produtos tradicionais da região, açougue, empórios especiais, produtos gourmet, queijos, laticínios e especiarias. No mezanino, ficarão restaurantes, cervejarias artesanais e adega.

Numa segunda fase, serão construídos uma nova praça, um centro cultural e edifício garagem com 300 vagas. Todo o local contará com medidas de sustentabilidade, como o uso da luz natural, reaproveitamento de água de chuva e telhado verde.

Participaram ainda da cerimônia o prefeito eleito de Niterói, Axel Grael, sua esposa, Christa Vogel, o presidente da Câmara Municipal e vice-prefeito eleito, Paulo Bagueira, o secretário municipal de Obras, Vicente Temperini, o presidente da Emusa, Reinaldo Pereira, e a subsecretária de Desenvolvimento Econômico, Lindalva Cid.

Missa – As comemorações do aniversário de Niterói começaram neste domingo (22) com a Missa Solene na Igreja histórica de São Lourenço dos Índios, celebrada pelo Bispo de Niterói, Dom José Rezende. A primeira-dama, Fernanda Sixel, participou da celebração representando o prefeito Rodrigo Neves. A cerimônia também contou com as presenças do prefeito eleito de Niterói, Axel Grael, sua esposa, Christa Vogel e do vice-prefeito eleito, Paulo Bagueira.