Prefeitura lança aplicativo de ensino para alunos da rede municipal

O programa possibilita a transmissão de aulas gravadas de professores para alunos e também por meio de videoconferência - Foto: Divulgação/ Prefeitura do Rio

Rio de Janeiro
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

A Secretaria Municipal de Educação lança, nesta terça-feira, 23/2, o aplicativo Rioeduca em Casa, a plataforma oficial de ensino remoto da Rede Municipal de Ensino. Com esse software, professores e estudantes da Prefeitura do Rio poderão acessar os conteúdos on-line e a ferramenta “Google Sala de Aula”, entre outras opções que ajudarão a dinamizar a aprendizagem. O aplicativo está disponível na Play Store para Android (versão 5.1 ou superior) e, em breve, também estará na App Store para iOS (versão 10.0 ou superior). A navegação é gratuita, pois a SME irá patrocinar os dados para os alunos. Ou seja, o aplicativo não utilizará o seu plano de internet.

O programa possibilita a transmissão de aulas gravadas de professores para alunos e também por meio de videoconferência. Os docentes também vão poder acompanhar a participação de cada aluno nas aulas e visualizar a participação dos estudantes. Além disso, haverá o chat para tirar dúvidas, fazer uploads, realizar downloads, visualizar PDFs e receber exercícios corrigidos à distância.

Confira o passo a passo
Para acessar o aplicativo, o usuário precisa baixá-lo (link da Play Store: https://play.google.com/store/apps/details?id=tv.ip.rioeduca), e se logar.

– Professor: seu login é seu e-mail institucional Rioeduca. Por exemplo: [email protected] Sua senha é a mesma do e-mail. Caso tenha dificuldades em acessar seu e-mail, o canal de suporte é o Helpdesk da própria SME.

– Estudante: seu login é o seu e-mail, composto pelo número da sua matrícula com 13 dígitos, seguido de “@alunocarioca.rio”. Por exemplo: [email protected] Já sua senha é a palavra “rio” seguida da sua data de nascimento no seguinte formato DD/MM/AAAA, com as barras. Por exemplo: rio01/01/2010. Caso precise de alguma informação relacionada ao número da sua matrícula ou outro tipo de suporte entre em contato com sua Unidade Escolar ou com a Central 1746.

Se o usuário autorizar a configuração de uma conexão de rede privada virtual (VPN) basta clicar em “ok” na mensagem que aparecer quando ele se logar no aplicativo. A navegação não gera consumo do pacote de internet do usuário – a SME irá patrocinar os dados para os alunos, como já sinalizado acima. Mas é importante destacar que somente para realizar o download ou se logar o usuário utilizará seu pacote de dados, mas, uma vez dentro do Rioeduca em Casa, todo acesso será gratuito.

Esse é apenas o início, pois ainda existem muitos planos para incrementar o Rioeduca em Casa no futuro. Portanto, fique atento às novas versões que virão por aí!