NITERÓI/RJ
Min:   Max:
Panorama RJ

Por dentro das Casas Legislativas, por Lucas Schuenck. [email protected]

Embratur pode ter sido hackeada

Otávio Leite, secretário estadual de Turismo, conversa com expositores durante o Salão Estadual de Turismo

Marcelo Feitosa

Após a Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur) compartilhar, em sua conta oficial no Instagram, o relato de um turista brasileira, em inglês, que afirma ter sido assaltada no Rio de Janeiro, não indicando que outros visitem a Cidade Maravilhosa, o secretário de Estado de Turismo do Rio, Otavio Leite, afirmou que a Embratur está tratando o caso como ação de hackers.

A nota, divulgada por Leite, afirma que logo após tomar ciência da atividade nas redes sociais, o mesmo entrou em contato imediatamente com o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, que o confidenciou estar apurando junto à Polícia Federal a suspeita de que a postagem tenha sido introduzida nas redes sociais por um hacker.

Otávio Leite também afirmou que irá acompanhar, detalhadamente, o andamento das apurações. Para ele, o Rio de Janeiro vive um novo momento de "soerguimento do turismo, com expectativas muito promissoras nessa temporada, com a presença de milhares de turistas nacionais e internacionais", segundo trecho da nota.

A postagem ficou visível até as 10 horas da manhã desta quarta (5). Por meio de nota, a Riotur também lamentou o acontecimento a disse que a postagem não retrata a experiência da maioria dos visitantes.

Conteúdo - No relato da turista decepcionada, constam diversas experiências negativas, como o assalto à sua família e o presenciamento de um outro caso de roubo pela sua irmã, de apenas nove anos de idade.

A turista elogiou a beleza da capital fluminense mas, em seu relato, afirma também que beleza não é tudo.

Matrículas abertas na Faetec

Os sorteados no processo seletivo de Qualificação Profissional da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), instituição à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), já podem efetuar a matrícula. A lista completa com o nome dos selecionados está disponível no site da Faetec. Para se matricular, os candidatos devem comparecer na unidade escolar onde se inscreveram, levando documentação exigida no edital. As aulas começam no dia 2 de março.

Reforço para transplantes de órgãos

A deputada estadual Alana Passos (PSL)

A deputada estadual Alana Passos (PSL)

Divulgação

O governo estadual deverá fornecer aeronaves para o transporte de órgãos para transplantes. O projeto de lei 910A/2019, da deputada Alana Passos (PSL) e do deputado Rosenverg Reis (MDB), aprovado em segunda discussão pela Alerj, nesta quarta (5). A proposta segue para análise do governador WIlson Witzel (PSC), que tem 15 dias úteis para apreciar a medida. "Muitos órgãos são perdidos em razão de não ter um transporte eficiente entre o local onde o doador faleceu e o local onde seria realizada a cirurgia de transplante", justificou Passos.

MPF de olho em Nova Friburgo

Em ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal (MPF), a Justiça Federal determinou, após audiência de conciliação realizada nesta semana, a suspensão do processo, pelo prazo de 60 dias, para que a União e o Estado do Rio desenvolvam tratativas e apresentem, em 20 dias, o projeto básico do Hospital de Oncologia da Região Serrana. No projeto, deve constar estudo técnico das necessidades atuais da população de Nova Friburgo (RJ) acerca do tratamento oncológico e cardiológico, para que seja analisada pelo Ministério da Saúde e possibilidade de algum apoio técnico financeiro.

Obra parada

As obras do hospital começaram em 2015 e foram paralisadas por falta de recursos. A ação do MPF pede a conclusão do empreendimento, que já havia sido objeto de acordo entre as partes em 2012. Um ano após o início das obras, entretanto, os valores contratuais foram atualizados e o estado não pôde cumprir, o que fez com que a construção fosse interrompida.

R$ 139,5 milhões para prefeituras

Edmar Santos e Lucimar Cristina da Silva, prefeita de Paracambi, assinam convênio para investimento em saúde

Edmar Santos e Lucimar Cristina da Silva, prefeita de Paracambi, assinam convênio para investimento em saúde

Mauricio Bazilio/SES

Com um aporte de R$ 139,5 milhões, o secretário de Estado de Saúde, Edmar Santos, finalizou nesta semana, em seu gabinete, a assinatura de 13 Termos de Cooperação Técnica, liberando recursos para prefeituras reforçarem os investimentos em saúde. De acordo com o secretário, os valores foram garantidos pelo governador Wilson Witzel, em 2019, ao firmar convênio com 75 municípios. "Nosso foco é estar próximo ao cidadão com prestação de serviço qualificado", destacou Santos.

Armas históricas preservadas

As armas de fogo de valor histórico, sejam obsoletas ou não, podem ser consideradas patrimônio histórico cultural e imaterial do estado. A determinação é do projeto de lei 4.579/18, do ex-deputado Paulo Ramos, que a Alerj aprovou nesta quarta (5), em segunda discussão. O texto seguirá para o governador Wilson Witzel, que tem até 15 dias úteis para sancionar ou vetar. Caso seja aprovada, as referidas armas não poderão ser destruídas as armas com brasão ou inscrição colonial, imperial ou da república, entre outras.

Scroll To Top