NITERÓI/RJ
Min:   Max:
Panorama RJ

Por dentro das Casas Legislativas, por Lucas Schuenck. [email protected]

Covid-19: rodoviários discutem crise

Coronavírus: rodoviários se reúnem para discutir crise nesta semana

Marcelo Feitosa

Rodoviários de 18 empresas, que operam ônibus na Região Leste Fluminense, com linhas municipais e intermunicipais, inclusive para a capital, realizam assembleias entre esta sexta-feira (20) e a terça-feira da próxima semana (24) para definir ações, inclusive uma possível paralisação, contra as ameaças de suspensão dos salários de 8 mil funcionários, feitas pelas companhias.

Caso as autoridades públicas interrompam a circulação dos coletivos, medidas alternativas devem ser adotadas pela categoria, entre elas protestos e ações judiciais.

As empresas alegam que as medidas adotadas para a contenção do coronavírus (Covid-19), somadas a uma crise econômica no setor, está impactando suas finanças e tornando impossível a manutenção de suas folhas de pagamentos. O Sindicato dos Rodoviários de Niterói e Arraial do Cabo (Sintronac), no entanto, acredita que os trabalhadores não podem ser penalizados por essas ações a ponto de ficarem sem condições de garantir seu sustento e que há outros caminhos, que as companhias podem adotar para evitar esse colapso nas relações trabalhistas. Entre elas estão as férias coletivas ou compensações econômicas dos governos para com os rodoviários.

A pauta de discussões das assembleias será: crise no setor de transporte face a pandemia Covid-19; tomada de decisão referente à crise no setor de transporte rodoviário de passageiros; e impacto no pagamento dos salários referente a situação da pandemia.

"O trabalhador não pode ficar sem salário. Quem vai botar comida na mesa? Milhares de famílias ficarão desamparadas. A situação é crítica e exige a intervenção imediata das autoridades públicas para evitar esse quadro que se agrava a cada dia", afirma o presidente do Sintronac, Rubens dos Santos Oliveira.

Defesa Civil age contra coronavírus

A Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro vai ampliar os canais de alerta à população sobre o coronavírus. Sirenes instaladas em áreas de risco de desastres e mensagens de SMS serão usadas como ferramentas para informar sobre a pandemia.


Mensagens

"Em apoio ao trabalho de conscientização que já vem sendo feito pela Secretaria de Estado de Saúde e pelo Governo do Estado, a Sedec-RJ vai disseminar mensagens de prevenção, que estimulam as ações de higiene e reforçam a importância do isolamento como formas de evitar o contágio da doença", explicou o secretário de Defesa Civil, coronel Roberto Robadey JR.

Espectro autista identificado

O deputado estadual Marcio Gualberto (PSL)

O deputado estadual Marcio Gualberto (PSL)

Julia Passos/Divulgação

O Estado do Rio de Janeiro será obrigado a emitir gratuitamente uma carteira de identificação da pessoa com transtorno do espectro autista, instituída pela Lei Federal 13.977/20. O Projeto de Lei 1.956/20, do deputado Marcio Gualberto (foto), do PSL, que determina a emissão desta carteira, foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) nesta semana, em discussão única.

Hemorio vai a quartéis

O Hemorio, hemocentro coordenador da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, elaborou medidas compostas no Plano de Contingência para atuação durante o período de Pandemia e na prevenção ao avanço da Covid-19, alinhado com as políticas de controle da SES. Os principais objetivos são evitar o baixo estoque, que registrou queda de 50% na segunda-feira (16), e a proteção do doador.


Sem risco

Entre as principais estratégias estão coletas externas em quartéis e batalhões, restrições de caravanas ou grandes grupos no Salão de Doadores da unidade, além da identificação de visitantes sintomáticos que possam ter potencial de transmissão. É importante lembrar que não há risco de contrair o Coronavírus pelo ato de doar sangue, que é um procedimento absolutamente seguro. As coletas externas iniciam nesta quinta-feira (19).

Trocas de Riocard estão suspensas

Para colaborar com as medidas de prevenção adotadas em caráter emergencial e evitar a proliferação do novo coronavírus (Covid-19), a Riocard Mais orienta os clientes a dar preferência, sempre que possível, ao atendimento nos canais digitais, devido às restrições impostas para o funcionamento das suas lojas oficiais na Região Metropolitana. Consulta de saldo e extratos seguem no portal na internet ou ainda no aplicativo.

Mudanças no Centro Histórico de Petrópolis

As lojas da Rua Teresa e Centro Histórico de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, terão horário diferenciado de atendimento. A decisão do Executivo municipal acontece após uma reunião com representantes do comércio das duas localidades, realizada na última quarta-feira(18).

O comércio do Centro Histórico vaio funcionar das 12h às 18h e a Rua Teresa (incluindo a Rua Aureliano Coutinho) vai funcionar das 10h às 16h. A medida não afeta o funcionamento das farmácias e restaurantes - esses poderão continuar funcionando normalmente.

Com relação à feira livre, o número de barracas será reduzido pela metade - a partir da próxima terça-feira - e o espaçamento entre as barracas também vai aumentar. No Hortomercado, o número de funcionários atendendo em cada box terá que ser reduzido para duas pessoas.

A ideia de se estabelecer horários diferenciados foi uma sugestão dos representantes do comércio que participaram da reunião com o prefeito.

Postos do Detran no estado alteram funcionamento

Postos do Detran.RJ estão funcionando apenas para casos com urgência comprovada

Postos do Detran.RJ estão funcionando apenas para casos com urgência comprovada

Divulgação

Medidas foram adotadas após três pessoas contaminadas comparecerem a unidades

O Detran.RJ adotou, nesta quinta (19), medidas para mitigar os impactos de contágio do novo coronavírus. A direção do departamento decidiu, depois que três pessoas contaminadas pelo vírus estiveram em postos do Detran, o atendimento a determinados postos para evitar o contágio entre seus funcionários e a população.

O modo de funcionamento é particular de cada posto, em cada região do estado. Todos os serviços a serem prestados, no entanto, precisam ter urgência comprovada. O horário de atendimento passa a ser de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, para proteger os funcionários nos seus deslocamentos entre a residência e o trabalho.

Foram suspensos todos os agendamentos feitos anteriormente para os serviços do Detran desta semana de 16 a 20 de março. Por este motivo, o órgão afirma que quem precisar de um dos serviços excepcionais que estão sendo realizados, precisará agendar conforme as regras especiais que estão sendo divulgadas.

"Já na sexta passada o Detran se antecipou e divulgou o plano de contingência para proteger as vidas dos funcionários e usuários. Mas algumas pessoas insistem em tirar suas dúvidas presencialmente nos postos. Pedimos mais uma vez: não vá ao posto do Detran sem antes ter certeza de que seu caso será atendido dentro do protocolo de urgência. Preserve a sua vida e da sua família", solicitou o presidente do Detran Antonio Carlos dos Santos.

No que diz respeito a identificação, apenas a segunda via da emissão de carteira de identidade está sendo realizada. O usuário precisa apresentar a devida comprovação da urgência, como viagem, furto ou roubo. O atendimento nestes casos acontece em Nova Friburgo, Campos, Volta Redonda, Bom Jesus de Itabapoana, Niterói, Cabo Frio, Queimados, Campo Grande e Sede.

Já para a habilitação, o Detran está expedindo apenas a segunda via, também com urgência. Nestes casos, estão sendo realizados agendamentos pelos telefones 21 3460-4040 ou 21 3460-4041 (para a Região Metropolitana) e 0800-020-4040 ou 0800-020-4041 (para o interior). Os agendamentos são feitos para os postos Sede - Avenida Presidente Vargas, 817, Centro do Rio de Janeiro, Campos dos Goytacazes e Volta Redonda.ara certificado de veículos, é possível obter mais informações por meio do site www.detran.rj.gov.br.

Rio e Google firmam parceria

Pandemia Coronavírus: rodoviários do Leste Fluminense se reúnem para discutir crise no estado do Rio

Pandemia Coronavírus: rodoviários do Leste Fluminense se reúnem para discutir crise no estado do Rio

Divulgação

O governo do estado, por meio da Secretaria de Educação, firmou uma parceria com o Google para a utilização de uma plataforma de estudos, nos moldes EAD, de ensino a distância, destinada a alunos e professores da rede. A medida tem o objetivo de garantir a aplicação dos conteúdos, durante o período em que não houver aulas presenciais, por causa do coronavírus.

Scroll To Top