NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Defesa cita parecer da PGR

"Causa estranheza à defesa que medidas cautelares sejam decretadas em razão de fatos pretéritos que não guardam qualquer razão de contemporaneidade com o objeto da investigação. A única justificativa do pedido seria em razão da atuação política e combativa do senador contra determinados interesses dos órgãos de persecução penal", disse o advogado Arthur Callegari, que representa o senador Fernando Bezerra.

O defensor ressaltou ainda que as medidas de busca e apreensão contra o senador e seu filho tiveram parecer contrário da Procuradoria-Geral da República (PGR), que as considerou desnecessárias, causando "estranheza" que Barroso tenha autorizado as diligências pedidas pela PF, escreveu o advogado.

Em parecer, a PGR considerou que a autorização da busca e apreensão nos gabinetes e em endereços ligados aos parlamentares seria uma "medida invasiva" e de "pouca utilidade prática", pois os investigados não teriam o costume de registrar os atos praticados.

Scroll To Top