NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Justiça determina prisão de quadrilha especializada em roubo de cargas

Bando que atua em Duque de Caxias especializou-se em roubar carga de cigarros

MP faz operação contra milicianos em Nova Iguaçu

Divulgação

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especializada no Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), obteve junto à 3ª Vara Criminal da Comarca de Duque de Caxias, decisão favorável determinando a prisão preventiva de 11 acusados de integrarem organização criminosa especializada em roubo de cargas. De acordo com as investigações, o grupo se especializou no roubo, principalmente, de cargas de cigarros da empresa Souza Cruz, localizada no bairro Vila São Luís, praticando os crimes com emprego de armas de fogo e, posteriormente, também executando os crimes de receptação e distribuição da carga roubada.

 

O denunciado Tiago de Oliveira Rosa, conhecido como “Gardenal”, coordenava a atuação da organização criminosa, planejando os roubos e monitorando veículos de transportes de cigarros que saíam da distribuidora, além de dar ordens quanto ao melhor posicionamento dos outros criminosos e os melhores locais para a abordagem. Rodrigo Soares, vulgo “Tigrão”, era responsável por dar as ordens aos demais integrantes sobre o ponto e horário de encontro nos roubos, além de definir o modo de atuação e a função de cada um nos assaltos. Os outros denunciados atuavam diretamente nos roubos, bem como retiravam a carga das comunidades e levavam até receptadores, além de cooptarem informações junto a funcionários da transportadora sobre as cargas e rotas de entrega.

Na decisão, a juíza responsável destaca que todos os acusados foram devidamente identificados após intenso trabalho de investigação e trabalho de campo.

Scroll To Top