NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Caneco Gelado, em Niterói, é incluído como patrimônio imaterial do Rio

O restaurante funciona há 50 anos servindo a população niteroiense

O comerciante está na cidade há 50 anos

Divulgação/Caneco Gelado do Mário

O governador Wilson Witzel sancionou, nesta segunda-feira (16), a Lei 8.649/2019, que declara o restaurante Caneco Gelado do Mário, em Niterói, como patrimônio cultural de natureza imaterial do Rio de Janeiro. O projeto, que saiu hoje no Diário Oficial do Estado também já homenageou o dono do bar, o comerciantes português Mário Martins Ribeiro Carvalho, com a Medalha Tiradentes.

"É uma figura ímpar, que merece a honraria. Os turistas que vêm à Niterói sempre colocam seu comércio no roteiro gastronômico. Ademais, é um cidadão batalhador que recolhe tributos e gera trabalho e renda para o município. Quando fui Secretário de Educação de Niterói e inaugurei a Biblioteca Cora Coralina, vizinha ao seu negócio, ele gentilmente distribuiu bolinhos de bacalhau aos convidados", lembrou Waldeck.

Ele mantém o famoso "Caneco Gelado", premiado e concorrido restaurante, há 50 anos servindo a população de Niterói e adjacências no Centro daquela cidade. Os famosos bolinhos de bacalhau e a cerveja gelada que dá nome à antiga Lanchonete Ponte Rio-Niterói agora estão na legislação estadual. Os parlamentares, inclusive, já preparam um quadro com a lei para enfeitar a já lotada parede de homenagens do restaurante.

Scroll To Top