NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Niterói: obras da Marquês do Paraná dão um nó no trânsito

Segundo a Prefeitura, operários vão trabalhar para reduzir o tempo de entrega das intervenções

As obras na Marquês do Paraná têm gerado transtornos aos motoristas

Douglas Macedo

As obras de reurbanização e ampliação da Avenida Marquês de Paraná, no Centro de Niterói, voltaram a causar grande congestionamento no trânsito na manhã/tarde desta sexta-feira (14), para quem seguia sentido Centro e Ponte Rio-Niterói. Foram relatados engarrafamentos em diversos pontos da cidade, como na Avenida Roberto Silveira e ruas Noronha Torrezão, Santa Rosa e Paulo César. Mas o trânsito ficou complicado também em várias outras ruas de Icaraí e Santa Rosa. Motoristas reclamam que o nó no trânsito aconteceu durante toda a semana, em diferentes horários.

Alguns motoristas que saíam de Santa Rosa sentido Centro, e utilizaram aplicativo de trânsito, tiveram como sugestão de rota mais rápida passar pela Alameda São Boaventura, no Fonseca. Mesmo assim, relataram cerca de 60 minutos para chegar ao destino.

Atualmente, as obras tomam uma faixa da avenida e cobrem o trecho da Rua Princesa Isabel, ao lado do Hospital Universitário Antônio Pedro, até a frente do Hospital Icaraí. As intervenções, com objetivo de melhorar o trânsito na região, têm prazo para conclusão em abril deste ano.

Sérgio Pereira, 62 anos, é um dos trabalhadores do entorno, que comentou que há engarrafamentos em todos os horários do dia, já que a região já costumava ter fluxo intenso de veículos. "Mesmo com a faixa reversível, o horário da manhã continua bem intenso. Essa obra vai melhorar muito a área, estamos na expectativa da conclusão, mas infelizmente não temos como fugir do engarrafamento porque durante o dia há muita movimentação", comentou.

Os semáforos na altura da Primeira Igreja Batista de Niterói e do Hospital Antônio Pedro estão desativados e pedestres pedem pela ativação, já que as opções são seguir até a sinalização de trânsito luminosa próxima ao Corpo de Bombeiro ou aguardar agentes da NitTrans liberar a travessia entre esse trecho.

Além dos congestionamentos, outros transtornos estão sendo apresentados como a dificuldade de saída do estacionamento do Hospital Icaraí e igreja ao lado. Uma parte das obras está na altura do Hospital Icaraí, que tem sua saída de veículos para a avenida bloqueada. Os carros do estacionamento estão dividindo a calçada com pedestres para sair do espaço até o trecho liberado.

Faixa reversível 

A faixa reversível na Marquês de Paraná, que preza pelo fluxo mais rápido dos veículos funciona no período da manhã das 6 às 11h, por dentro do Mergulhão Ângela Fernandes.

Solução

Na tentativa de diminuir o congestionamento, a Prefeitura de Niterói informou que trabalha para antecipar a conclusão da obra de drenagem na pista sentido Centro e Ponte Rio-Niterói da Avenida Marquês do Paraná em frente ao Hospital Icaraí. Os operários vão trabalhar durante todo o final de semana para que o prazo de duas semanas para as intervenções, inicialmente anunciado, seja reduzido.

A Secretaria Municipal de Urbanismo pede aos motoristas que seguem de Icaraí para o Centro e para a Ponte Rio-Niterói deem preferência à orla, evitando as avenidas Roberto Silveira e Marquês do Paraná. “O ideal é que os motoristas optem pela Avenida Jornalista Alberto Francisco Torres (praia de Icaraí) e pelo Ingá”, recomenda o secretário municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier.

O desvio pelo túnel está sendo feito em uma faixa, com entrada dos carros antes do Hospital e saída próxima ao quartel do Corpo de Bombeiros. Para quem segue no sentido Icaraí, durante esse período, o trânsito ficará em uma faixa. Agentes de trânsito da Nittrans estarão posicionados nestes locais e em pontos estratégicos para orientar os motoristas.

No sentido Icaraí ainda estão sendo executadas a concretagem da ciclovia e a instalação do piso nas calçadas.

Alternativas 

Para quem vem da região Norte, a melhor opção é seguir pela Av. Feliciano Sodré e pegar a Av. Visconde do Rio Branco. Outra alternativa para motoristas com destino à ponte Rio-Niterói é utilizar o Bairro de Fátima, entrando pela R. Athayde Parreiras (antes do Huap), seguindo pela R. Conselheiro Paulino com saída na R. Andrade Pinto. Nessa esquina haverá uma faixa exclusiva para converter na Av. Marquês de Paraná em direção à ponte.

Scroll To Top