NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Morro do Estado recebe sanitização

Ação é em combate ao coronavírus

Prefeitura de Niterói realizou ontem a sanitização no Morro do Estado

Divulgação/Prefeitura de Niterói

O Morro do Estado e as comunidades do Sabão e do Arroz, além de áreas de grande fluxo do Centro, como a Avenida Ernani do Amaral Peixoto – uma das principais ruas da cidade – tiveram suas calçadas, ruas e praças sanitizadas contra o novo coronavírus. A ação da Prefeitura de Niterói é mais uma das medidas para conter avanço do covid-19 na cidade.


“Estamos fazendo essa sanitização nas principais vias da cidade, como a Avenida Amaral Peixoto e a Av. Visconde do Rio Branco e Av. Roberto Silveira. Nosso objetivo é fazer a desinfecção dessas áreas nos próximos 10 dias. Essas medidas são muito importantes para reduzir o ritmo de propagação do novo coronavírus, mas a melhor atitude para salvar vidas é o isolamento social. Por isso eu peço que as pessoas fiquem casa”, destaca o prefeito Rodrigo Neves.


Ainda para hoje, estão planejadas a sanitização da Rua da Conceição e ruas paralelas, Icaraí, e o lado contrário ao feito ontem na Av. Rio Branco, além do Bairro Chic, no Fonseca, e toda a extensão da Rua São Januário. Amanhã, será a vez do morro do Preventório, em Charitas, morro do Cavalão, em Icaraí, e outras áreas de grande circulação.


O quaternário de amônia de quinta geração, substância usada na higienização, age como uma película que mata os micro-organismos que estão no local (vírus, bactérias, fungos e ácaros) e forma uma camada protetora que mantém a superfície desinfetada por até seis meses, dependendo da circulação de pessoas.


“Temos 40 profissionais da Companhia de Limpeza de Niterói, além de agentes de sanitização da empresa contratada pela Prefeitura, realizando essa ação nas principais vias da cidade, locais de grande circulação de pessoas e pontos estratégicos, como as grandes comunidades. Estamos aplicando o produto nas calçadas, muros, fachadas, portões, pontos de ônibus e no asfalto. O objetivo é neutralizar esse espaço por algumas semanas para minimizar a propagação do vírus”, explica a secretária de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa.

Durante toda a quarta-feira (25), os agentes estiveram na Vila Ipiranga, no Fonseca, que foi a primeira comunidade do país a receber a higienização das ruas e vielas contra o novo coronavírus. Além da Vila Ipiranga, a Av. Rio Branco, entre a Rua Marechal Deodoro e a Concha Acústica, também foram sanitizadas na quarta-feira. Esse trecho inclui o Terminal Rodoviário, entrada das barcas até a Praça Juscelino Kubitschek.


Ação começou em Icaraí – O trabalho de sanitização das ruas de Niterói começou na segunda-feira (23) pelas principais ruas de Icaraí. Cerca de 12 profissionais reforçaram a ação que visa a eliminar a proliferação do novo coronavírus em ambientes comuns da cidade. Utilizando equipamentos de proteção individual, os agentes percorreram as vias principais e transversais do bairro.


“O trabalho de desinfecção, tecnologia utilizada na China, complementa as ações de combate ao coronavírus, causador da Covid-19. Somados as outras medidas de prevenção, como o isolamento social, queremos reduzir o contágio da doença”, orienta o secretário de Saúde, Rodrigo Oliveira.


Distribuição de 80 mil kits de limpeza – Na tarde dessa quinta-feira (26), Rodrigo Neves fez uma transmissão ao vivo pelas sirenes da Defesa Civil e pelo Facebook da Prefeitura alertando sobre a importância de ficar em casa e manter o isolamento social e anunciando que equipes do Programa Médico de Família vão começar a distribuir um kit de limpeza e higiene para todas as famílias das comunidades de Niterói. O kit contém sabonete, água sanitária, álcool, detergente e sabão em pó e é um reforço na higiene, fundamental no combate ao coronavírus. Numa estratégia para se dirigir diretamente às comunidades, o prefeito vem utilizando o sistema de sirenes da Defesa Civil, instalado em 30 pontos espalhados pela cidade e que atinge mais de 120 mil pessoas.

Scroll To Top