NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Casa Nem

A Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual vem acompanhando de perto as necessidades do abrigo LGBT Casa Nem, invasão em Copacabana onde mora mais de 70 pessoas. Duas delas estão isoladas com sintomas do coronavírus. Outro morador da casa foi retirado de ambulância acometido pela doença.

“Estamos tomando todas as medidas de higiene, contato, e isolamento para evitar que uma tragédia aconteça” explica a coordenadora da Casa Nem, Indianara Siqueira.

O Coordenador Especial da Diversidade Sexual, Nélio Georgini, reforça a preocupação com a segurança sanitária do grupo, que depende do acolhimento na Casa Nem para ter onde dormir e o que comer.

"Imagina se diante da situação precária que essas pessoas de vulnerabilidade já vivem, contabilizarmos dezenas de casos de infectados pelo coronavírus nessa ocupação, em plena Copacabana? Estamos agindo e levando serviços e buscando apoios. Eles precisam de todo tipo de doações e da solidariedade das pessoas", pontua Georgini.

Scroll To Top