NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Irreverência que fez história

CCBB inaugura nesta quarta a inédita e abrangente 'Mostra Mel Brooks - Banzé no Cinema'

Mel Brooks é um dos maiores representantes das comédias nonsense americanas

Divulgação

O Centro Cultural Banco do Brasil CCBB/RJ recebe, de 5 de fevereiro a 9 de março de 2020 a Mostra Mel Brooks - Banzé no Cinema. A mostra audiovisual é a mais abrangente retrospectiva sobre o diretor, ator, roteirista, compositor e produtor Mel Brooks, hoje considerado um dos maiores diretores americanos de comédias de todos os tempos, comparado a Jerry Lewis e Jacques Tati, que dedicou, em sua obra, a satirizar os cânones dos mais diversos gêneros cinematográficos. Considerado genial por Billy Wilder e Alfred Hitchcock, Brooks é um dos maiores representantes das comédias nonsense americanas, sua obra é uma mistura ú ;nica de surrealismo, burlesco, musical, crítica social e análise cinematográfica.

Com curadoria de Eduardo Reginato e José de Aguiar, a mostra exibirá 29 filmes, em digital e 35mm.

Além da mostra haverá também debate sobre a obra de Mel Brooks no dia 13 de fevereiro, às 19h, com os palestrantes Gabriel Esteves, roteirista do Porta dos Fundos e João Marcos Rodrigues, Redator-Chefe do programa Lady Night, com mediação do curador Eduardo Reginato. O evento será gratuito e as senhas serão distribuídas a partir das 18h. Já a sessão inclusiva, também com entrada gratuita, acontecerá no dia 27 de fevereiro, às 17h. O filme exibido será Banzé no Oeste, com audiodescrição, libras e legendagem descritiva e com distribuição de senhas.

O curso sobre a obra de Mel Brooks acontecerá nos dias 4, 5 e 6 de março, com os curadores Eduardo Reginato e José de Aguiar, das 16h às 18h. O evento também será gratuito com inscrição pela internet.

O CCBB RJ fica na Rua Primeiro de Março, 66, no Centro do Rio. Fica em cartaz até 29 de julho, de quarta a segunda, das 9h às 21h. Entrada franca. Classificação: livre. Telefone: 3808-2020.

Scroll To Top