NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Diretor do Vasco se demite após denúncia

Rodrigo Saavedra foi citado na Lava-Jato e entregou o cargo

Rodrigo (terceiro da esquerda para a direita) era vice-presidente de patrimônio

Divulgação

Rodrigo Saavedra não faz mais parte da diretoria do Vasco. Ele entregou o cargo de vice-presidente de Patrimônio nesta quinta-feira. A decisão deve ter sido motivada pelo fato dele ter sido citado nas investigações da Lava Jato por suposto envolvimento com o senador Ney Suassuna. Na terça-feira ele foi demitido da Petrobras após o Ministério Público revelar informações de e-mails suspeitos envolvendo Rodrigo.

O Vasco comunicou o afastamento do dirigente em um comunicado oficial: "O Club de Regatas Vasco da Gama informa que Rodrigo Saavedra solicitou seu desligamento da Vice-Presidência de Patrimônio. O clube agradece a ele pelos serviços prestados no exercício do cargo."

Agora Rodrigo, que tinha virado vice-presidente de Patrimônio do Vasco em 2018, terá tempo para se dedicar a sua defesa e esclarecer os fatos. O clube ainda não informou quem ficará no cargo deixado por Rodrigo.

Scroll To Top